No mês do Meio Ambiente, Vapza Alimentos celebra conquistas relacionadas à produção agrícola sustentável e à gestão de resíduos

Junho é reconhecido como o Mês do Meio Ambiente. Há 50 anos, no dia 05/06/1972, foi realizada a Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente, considerada a primeira reunião internacional sobre a agenda ambiental. Para celebrar a data, a Vapza – indústria paranaense que se destaca no mercado nacional por oferecer alimentos embalados a vácuo e cozidos a vapor, saudáveis, práticos e seguros – mostra suas práticas para tornar a cadeia de alimentos mais sustentável.

“O impacto positivo sempre esteve no DNA da Vapza. A diferença é que, em 2022, passamos a atuar de forma mais estratégia e integrada com nossos públicos-alvo”, afirma o CEO da Vapza, Enrico Milani. Ele lembra que, nas corporações atuais, a responsabilidade ambiental tem sido atrelada ao tripé ESG, sigla que vem do inglês Environmental (Ambiental), Social (Social) e Governance (Governança). Por isso, atenta a essa tendência mundial, a Vapza objetiva gerar cada vez mais valor ambiental atrelado ao benefício social para as comunidades que estão envolvidas com a marca, aumentando o impacto positivo de toda a cadeia alimentar que movimenta o negócio.

“A natureza fornece a nós, seres humanos, todos os recursos que precisamos para sobreviver; e, para que ela continue nos provendo isso, precisamos cuidar do planeta, principalmente do que está ao nosso redor. A Vapza faz sua parte atuando com responsabilidade tanto dentro do processo produtivo de seu negócio quanto contribuindo com a comunidade”, destaca Milani. Confira as práticas da Vapza de responsabilidade ambiental com benefício social Agricultura familiar: Um ponto de destaque na Vapza é o incentivo à agricultura familiar. Em 2021, metade da base de fornecedores de vegetais era composta por esse tipo de produtores. Considerando o volume de produção, 16% do segmento de grãos e vegetais da Vapza vêm da agricultura familiar – em alguns casos, como o da mandioquinha, esse número chega a 100%. “Na Vapza, valorizamos a agricultura familiar porque, diferente das grandes propriedades com monocultura, os empreendimentos familiares produzem uma diversidade maior de culturas, o que gera um impacto positivo na qualidade dos produtos e no ambiente”, explica Milani.

Orgânicos: A produção de orgânicos segue um sistema ambientalmente correto, em que os alimentos são produzidos sem a utilização de insumos químicos, fertilizantes e pesticidas, o que valoriza a biodiversidade e os recursos hídricos. Para a saúde de quem consome, os alimentos orgânicos se destacam por serem mais nutritivos. “Sabemos que boa parte do consumidor Vapza, principalmente os jovens, busca comida saudável para seu corpo ao mesmo tempo em que privilegia o impacto positivo na natureza e na sociedade. Por isso, é estratégico para nosso negócio fortalecer o mercado brasileiro de orgânicos”, reforça Milani. Gestão integrada de resíduos sólidos: Desde maio deste ano, a Vapza destina 100% de seus resíduos à reciclagem, compostagem ou coprocessamento, tornando a empresa “aterro zero” e sendo certificada por isso. Além de benefícios ambientais, a estratégia de gestão de resíduos gera impacto positivo na comunidade de Castro-PR, no entorno da indústria. Por exemplo, em janeiro, a Vapza estabeleceu parceira com a Associação dos Catadores de Materiais Recicláveis de Castro (ACMRC), o que envolve a doação pela indústria de materiais recicláveis para serem processados pela Associação. “A ACMRC conta atualmente com 17 associados e, a partir da parceria com a Vapza, conseguiu expandir seu volume de produtos comercializados e assim inserir novos associados”, comenta a presidente da ACMRC, Janaína Nataly Leite da Luz.

Embalagens: Ainda no âmbito de resíduos, há um programa de logística reversa em parceira com o Eureciclo para compensar as embalagens consumidas e 100% do papel e papelão das embalagens enviadas para o mercado foram confeccionadas com madeira certificada FSC. Sensibilização ambiental: A equipe de ESG da Vapza também compartilha seus conhecimentos sobre meio ambiente com a comunidade. Para a semana de 6 a 10 de junho, estão previstas diversas atividades para os funcionários da Vapza, incluindo palestras, jogos, brincadeiras educativas, distribuição de sementes para plantio e concurso que premiará os mais criativos brinquedos criados a partir de materiais recicláveis.

A indústria também realiza ações em escolas públicas de Castro-PR. Em 2 de junho, foi realizada palestra sobre preservação ambiental para alunos da Escola Municipal de Jardim Bela Vista, seguida de doação de sementes de árvores para as crianças plantarem em suas residências. Em 7 de junho, a equipe da Vapza participa de uma “passeata” em celebração ao Meio Ambiente realizada por cerca de 100 crianças do Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Padre Lívio Donati. O coordenador pedagógico da escola Bela Vista, Rafael Rodrigo Cordeiro, afirma que a iniciativa da Vapza de educação ambiental para a escolas é de fundamental importância para o desenvolvimento sustentável da comunidade e do país. “Ações como essa contribuem para despertar o olhar dos alunos para o futuro, para que, como cidadãos, atuemos na diminuição de impactos ambientais negativos”, conclui Cordeiro.

Sobre a Vapza Alimentos: https://www.vapza.com.br/