Erupção explosiva do vulcão Hunga Tonga-Hunga Ha’apai em 15 de janeiro de 2022 Foto: © NOAA

Uma agência da Organização das Nações Unidas (ONU) tornou público um conjunto de imagens tiradas por satélite que dão uma visão dos danos causados pela grande erupção de um vulcão submarino ocorrida no sábado no Pacífico Sul.

A erupção ocorreu a aproximadamente 65 quilômetros da capital de Tonga, Nucualofa, no norte da ilha. Foram observadas ondas de tsunami de até cerca de 80 centímetros de altura em Tonga.

A escala dos danos ainda não é clara, uma vez que as comunicações por telefone e pela Internet na área se encontram bastante limitadas.

Uma das 22 imagens divulgadas pelo Centro de Satélite da ONU na segunda-feira mostra uma área costeira da ilha de Tongatapu, onde se localiza Nucualofa. A imagem revela vestígios de tsunamis que avançaram até 100 metros no interior da ilha.

Uma comparação dessa imagem com uma outra tirada antes da erupção indica que dois edifícios na área podem ter sofrido danos.

Outra foto, tirada no dia 8 de dezembro, mostra uma ilha vulcânica com uma área de 285 hectares.

Contudo a ilha não é vista em uma foto da mesma área tirada no domingo, sugerindo que a maior parte da terra tenha, provavelmente, desaparecido após a erupção.

Autoridades dizem que as imagens também mostram uma grande faixa de Tonga coberta de cinzas.