Governo do PR vai à ACP para fortalecer empresas a investir no programa Cartão Futuro

470
O empresário e presidente da ACP Camilo Turmina recebe Guto Silva e Ney Leprevost. © SEJUF

O chefe da Casa Civil do Paraná, Guto Silva, e o secretário estadual de Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost, apresentaram há pouco (4) o programa Cartão Futuro a empresários da Associação Comercial do Paraná (ACP). O programa incentiva a contratação de aprendizes de 14 a 21 anos, oferecendo às empresas um subsídio que cobre parte do salário do jovem. Dessa forma, até mesmo pequenos negócios, que não são obrigados por lei a contratar aprendizes, podem se beneficiar do programa.

“O Cartão Futuro foi criado pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior para que os jovens tivessem acesso ao primeiro emprego. Acredito que seja o maior programa de empregabilidade de jovens aprendizes do Brasil”, disse Leprevost. “O subsídio é mensal, com duração de até dois anos, e varia de R$ 300,00 a R$ 450,00 por jovem contratado”.

A iniciativa é uma das ações realizadas pelo governo para apoiar a geração de emprego e renda no Estado. “Só o Cartão Futuro deve abrir oportunidade de trabalho a 35 mil jovens”, disse o chefe da Casa Civil, Guto Silva. 

Para o presidente da ACP, o empresário Camilo Turmina, a iniciativa terá boa aceitação do empresariado. “Precisamos ajudar o jovem a começar a trabalhar, porque o primeiro emprego desenvolve o interesse do profissional do futuro”, disse Turmina.

O governo do Paraná, gestão Carlos Massa Ratinho Junior, criou uma verdadeira força-tarefa para fazer chegar o Cartão Futuro às empresas e aos estudantes. Uma das estratégias é uma grande campanha de divulgação com veiculação em todos os canais de comunicação e nas redes sociais, além do corpo a corpo que vem sendo feito pelos secretários de Estado para apresentar o programa ao setor empresarial, associações comerciais e industriais e escolas dos municípios.
@grassi_m com AEN, ACP, Casa Civil e SEJUF. Leia mais no link www.aen.pr.gov.br