Governador do Paraná recebe embaixador da Nigéria Muhammad Makarfi Ahmad

471
No Palácio Iguaçu, sede do governo estadual. Muhammad Makarfi Ahmad conversou com o Governador do Paraná Carlos Massa Ratinho Junior acompanhado do Vice Darci Piana. Foto: Geraldo Bubniak/AEN

O governador Carlos Massa Ratinho Junior junto do Vice Darci Piana recebeu nesta quarta-feira (17), no Palácio Iguaçu, o embaixador da Nigéria, Muhammad Makarfi Ahmad, que faz sua primeira visita oficial ao Paraná. É o país africano mais populoso, com cerca de 200 milhões de habitantes.

O diplomata destacou o interesse de cooperações econômicas e tecnológicas com o Estado. A ideia é fortalecer o comércio de produtos paranaenses ao país, como grãos, açúcar, aves e peixes, além de consolidar um intercâmbio tecnológico voltado ao setor agrícola.

“O Paraná está à disposição para fortalecer as relações culturais e econômicas com a Nigéria. Ficamos muito felizes em poder construir projetos conjuntos com o país”, disse o governador.

Ratinho Junior apresentou os potenciais do Estado, que é maior produtor brasileiro de proteína animal, com destaque para o frango e peixe, o segundo maior produtor de grãos, carne suína e de leite do País. O Paraná, ressaltou ele, também se destaca no setor industrial, com as maiores cooperativas e o segundo maior parque automotivo do Brasil.

Foi a primeira visita oficial do embaixador ao Paraná. Foto: Geraldo Bubniak/AEN

“Também estamos nos consolidado como um grande centro de tecnologia, com parques tecnológicos espalhados por todas as regiões, fazendo o intercâmbio entre a academia e o setor privado”, destacou o governador. “Além disso, temos a maior rede de universidades públicas estaduais, com sete instituições de ensino superior que também abrangem as diferentes regiões”.

Atualmente, vários produtos paranaenses são exportados para a Nigéria, com destaque para o álcool etílico, café, açúcar, além de maquinários, equipamentos e automóveis.

Para o diplomata, uma parceria comercial com o Paraná fortaleceria tanto o Estado, como a economia nigeriana. “O Paraná tem tecnologia aplicada no setor do agronegócio e a Nigéria conta os recursos e uma mão de obra de qualidade que podem melhorar a produtividade da agricultura paranaense e nigeriana”, afirmou o embaixador.

“Convidamos o Estado e as empresas paranaenses a investirem na Nigéria e fazer do país não apenas um mercado, como um facilitador para exportar os produtos do Estado de forma mais rápida e econômica para outros continentes, como a Europa”, disse Ahmad.

Com AEN