Gerdau anuncia retomada na produção de aço no Paraná com investimento de R$ 55 milhões

422

Foto: © JONATHAN CAMPOS

A Gerdau, uma das maiores empresas de aço do País, anunciou nesta terça-feira (4), em reunião com o governador Carlos Massa Ratinho Junior, a retomada da produção do metal na usina localizada no município de Araucária, na Região Metropolitana de Curitiba. O investimento será de R$ 55 milhões e as atividades devem recomeçar em agosto.

A empresa havia desativado as operações de produção em 2014. A retomada se dá em um cenário de ascensão da demanda por aço no mercado interno, especialmente nos setores de construção civil, infraestrutura e indústria. A expectativa futura é de atender também o mercado externo.

A planta instalada em Araucária tem capacidade de produção de 420 mil toneladas de aço bruto por ano. A expectativa da empresa é de gerar 300 novos empregos diretos e mais de 6 mil indiretos. Os investimentos serão voltados principalmente à modernização de equipamentos e maquinário.

“É sempre bom receber notícias de investimentos. Mesmo com a pandemia, os investidores continuam apostando no Paraná e na capacidade de trabalho da nossa gente. Batemos recordes seguidos de carteiras assinadas em 2021 e esses investimentos privados ajudarão o Estado a ter um horizonte ainda melhor nos próximos meses”, afirmou o governador Carlos Massa Ratinho Junior.

“A volta da Gerdau é uma notícia extraordinária. Eles já tinham essa unidade em Araucária, mas ela estava trabalhando apenas com alguns setores. Agora, ela vem para trabalhar na sua plenitude, gerando 300 empregos diretos, com investimento de mais de R$ 50 milhões. Tenho certeza de que isso vai movimentar muito não apenas a economia de Araucária, mas de toda a Região Metropolitana de Curitiba”, celebrou o secretário estadual de Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost.

Segundo ele, para cada emprego direto, serão até cinco indiretos de fornecedores. “A notícia é ótima e mostra confiança dos empresários brasileiros no Governo do Paraná”, acrescentou.

GERDAU – A unidade de Araucária estava hibernada desde 2014 e terá suas atividades retomadas gradualmente, com os volumes ajustados em linha com a evolução do mercado nacional. Durante esses sete anos a fábrica continuou recebendo sucata metálica para processamento e abastecimento de outras unidades da Gerdau no Brasil e também manteve a atividade de corte e dobra, mas a produção de aço estava interrompida.

“Estamos otimistas com as boas perspectivas apresentadas para o mercado doméstico. Com o reinício da produção, a empresa visa seguir atendendo o aumento da demanda por aços longos no Brasil, bem como otimizar o fornecimento de produtos aos clientes em todo o País em associação às capacidades já existentes”, afirmou Marcos Faraco, vice-presidente da Gerdau.

A Gerdau possui oito filiais comerciais no Paraná, que são como grandes lojas de venda e distribuição de produtos de aço. Elas estão localizadas em Cascavel, Curitiba, Guarapuava, Londrina, Maringá, Pato Branco, Ponta Grossa e Umuarama.

A Gerdau é a maior empresa brasileira produtora de aço e uma das principais fornecedoras de aços longos nas Américas e de aços especiais no mundo. No Brasil, também produz aços planos, além de minério de ferro para consumo próprio. Em janeiro deste ano, completou 120 anos de história. A companhia está presente em dez países e conta com mais de 30 mil colaboradores diretos e indiretos em todas as suas operações.

PRESENÇAS – Participaram do encontro o vice-governador Darci Piana e o diretor-presidente da Invest Paraná, Eduardo Bekin.

Com AEN