Fomento reabre prazo para suspensão de pagamentos

322
A retomada dos pagamentos poderá ser a partir de novembro, mantendo-se o prazo final

Clientes da Fomento Paraná que possuem financiamentos contratados com recursos repassados pelo BNDES e estão com pagamentos em dia podem solicitar à instituição a suspensão temporária das parcelas que vencem entre maio e outubro de 2021. A medida vale inclusive para contratos que ainda estão em prazo de carência. A retomada dos pagamentos poderá ser a partir de novembro, mantendo-se o prazo final. O valor das parcelas suspensas será diluído no restante do contrato.
O diretor Jurídico da instituição financeira estadual, Nildo Lübke, explica que a suspensão de pagamentos desses financiamentos está alinhada a outra medida determinada pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior, que permitiu à Fomento Paraná renegociar contratos e suspender pagamentos da linha Paraná Recupera e no microcrédito.
“A atividade econômica ainda está bastante prejudicada pela pandemia, então as instituições como a Fomento Paraná e o BNDES precisam adotar medidas de proteção a seus clientes e do sistema financeiro”, afirma Lübke. “Com essa suspensão, a Fomento Paraná estima beneficiar mais de 1.200 empreendimentos, que pagariam entre R$ 24 milhões e R$ 25 milhões em parcelas de seus contratos, que agora irão permanecer em circulação nos municípios, estimulando o giro de recursos e a realização de novos negócios, o que ajuda a manter empregos, até que a situação fique mais estável”.