Fazenda Rio Grande adere a programa para atração de investimentos

310

Fazenda Rio Grande, na Região Metropolitana de Curitiba, aderiu nesta quinta-feira (17) ao Programa Municipal para Atração de Investimentos da Invest Paraná – agência do Governo do Estado voltada à atração de novos negócios. A solenidade aconteceu no novo espaço administrativo do Desenvolvimento Econômico da cidade. Além de garantir a segurança do investidor, o programa auxilia na melhoria do ambiente de negócios do município e na sua gestão, tornando-o mais atrativo e eficiente.

“Essa ferramenta é importante porque consegue identificar a vocação do município e da região, e também as falhas e deficiências que devem ser melhoradas para atrair um bom investimento”, disse do diretor-presidente da Invest Paraná, Eduardo Bekin. Desde o ano passado, 40 municípios aderiram ao programa.

Ele afirmou ainda que a Invest Paraná assume cada vez mais o papel de vitrine do Estado na busca de novos investimentos de empresas paranaenses e de outros estados e países.

SUSTENTABILIDADE – Segundo o secretário estadual do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo, Márcio Nunes, a atração de investimentos ao Estado deve estar aliada à responsabilidade na emissão do licenciamento ambiental. “A determinação do governador Ratinho Junior é trabalharmos junto com a Invest Paraná para promover o crescimento, a geração de emprego, melhorar a vida das pessoas, promover o turismo e cuidar do meio ambiente ao mesmo tempo”, disse.

DESENVOLVIMENTO – O Programa Municipal de Atração de Investimentos é executado em duas etapas, transformando a maneira de atrair novos negócios, com resultados em diagnóstico amplo, governança integrada e um plano de prospecção efetivo.

De acordo com a prefeitura de Fazenda Rio Grande, aderir ao programa e ter um banco de dados atualizado permite que o Governo do Estado trabalhe na atração de investimentos nos pequenos municípios, já que as empresas que querem investir estão atentas aos perfis socioeconômicos das cidades e às questões jurídicas que os municípios propiciam, entre outros fatores.

A estimativa da Secretaria de Desenvolvimento Econômico do município é receber R$ 250 milhões em investimentos da iniciativa privada até o final de 2021.