Fascinante decoração dos hotéis – DA COZINHA AO COSMOS

330

Adélia Maria Lopes

O fascínio que a culinária italiana exerce em mentes e corações é o atrativo do Ibis Styles Santa Felicidade e orbitar pelo espaço sideral é o convite do Styles Batel. Ambos em Curitiba, eles formam com o Ibis Centro Cívico, que passeia pelos parques da cidade, o trio de hotéis temáticos da Rede Accor. A decoração ilustra os conceitos.

Com a reforma projetada em 2018 pelo escritório Catherine Moro Arquitetura, o apetitoso exemplar de Santa Felicidade, bairro gastronômico da cidade, transcreve receitas culinárias nas paredes;  caçarola, ralador de queijo e escoador de macarrão  viram luminárias nos apês e no restaurante Capone’s; pratos nas portas sinalizam  os serviços, caixotes de feira servem de armários, os gerânios dos casarões ganham jardineiras no balcão da recepção, espaguetes estilizados decoram quartos e salas e os trançados de vime do artesanato local ganham releitura nas cadeiras.

Um dos salões de eventos chama-se Veneza, cidade do Vêneto de onde, em 1878, saíram as primeiras famílias italianas que aqui fundaram a Colônia Santa Felicidade.  O hóspede curioso, entretanto, saberá que Felicidade não era oriundi, mas uma portuguesa, doadora dos terrenos para os imigrantes – por sua generosidade, uma santa!

Lílian Albert, chefe de controladoria, observa que o hotel possui cem apartamentos, os de numeração ímpar têm vistas para a cidade e os pares, à direita, para o bairro.  Ana Paula Araújo, coordenadora de eventos, lembra que além do próprio endereço, da decoração e dos diversos serviços, incluindo piscina, outro item a considerar: o hotel é simpático aos cães.

Por falar em bichos, eles estão nas constelações do Ibis Styles Batel, em que desponta um urso, ícone do artista paulistano Lou Dedubiani, autor das ilustrações do tema sideral adotado pelo hotel em setembro de 2019. Ana Carolina Borzani, gerente geral do Styles Batel, entusiasta da temática, descreve a decoração que se tinge de azul e tons terroso e se ilumina com estrelinhas no teto.

Por seus oito andares, 78 apartamentos trazem imagens do planeta azul, luminárias que lembram disco-voador, Copérnico e Galileu batizam as duas salas de evento, há frase de Einstein no teto, astronautas sinalizam toaletes e o gastrobar, comandado por Janaína Santos, se chama Cosmos. Dali se entra numa área ao ar livre, de onde se avistam o urso-astronauta pintado no alto do prédio e as estrelas piscando no céu (em noites não-nubladas).

Enfim, com a pandemia que fechou hotéis de março a setembro de 2020, a decoração temática é um convite ao turismo em nosso próprio espaço urbano, dando voos à imaginação.