Termina no próximo dia 2 de novembro o prazo para que farmácias e drogarias paranaenses se adaptem ao Sistema Nacional de Gerenciamento de Produtos Controlados

Termina no próximo dia 2 de novembro o prazo para que farmácias e drogarias paranaenses se adaptem ao Sistema Nacional de Gerenciamento de Produtos Controlados (SNGPC) da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O instrumento informatizado permitirá ter informações completas sobre produção, comércio e uso de substâncias ou medicamentos sujeitos a controle especial.
De acordo com a Resolução da Diretoria Colegiada da Anvisa/RDC nº 27, até novembro deverá ser feito o recadastramento das farmácias e drogarias do Paraná, que comercializam medicamentos controlados.
A resolução também prevê que estes estabelecimentos comerciais tenham um programa – software para geração do arquivo XML, linguagem de marcação definida como padrão de transmissão de informações do SNGPC – capaz de fazer o controle eletrônico desses produtos.
“Isso possibilitará que os serviços de Vigilância Sanitária controlem as movimentações de entrada e saída dos medicamentos para evitar abusos e irregularidades”, disse a chefe do Departamento de Vigilância Sanitária / DEVS, Suely Vidigal.
O gestor técnico do novo sistema, na Secretaria de Estado da Saúde, é José Dalvo Merci, que credenciará os técnicos das vigilâncias sanitárias que terão acesso aos relatórios gerados pelo Sistema e atuarão com base nos dados cadastrados.