Fábrica da Caoa volta a operar

298

Após três meses de paralisação o Grupo Caoa reativou as linhas de produção de sua fábrica em Anápolis (GO), onde são montados modelos Hyundai (os SUVs ix35 e New Tucson e os caminhões HR e HD) e Caoa Chery (os SUVs Tiggo 5x e 7). As atividades na unidade tinham sido suspensas totalmente em 23 de março com a disseminação da pandemia de coronavírus no País, e o retorno ao trabalho só aconteceu esta semana, na última segunda-feira, 22.

Até o fim de 2019 a fábrica de Anápolis empregava cerca de 1,4 mil pessoas. Os funcionários estavam com contratos de trabalho suspensos. A empresa nem o sindicato divulgaram cortes na planta até o momento.

Para o retorno ao trabalho a Caoa adotou protocolos similares aos que vêm sendo implantados pelas montadoras que voltaram a produzir. Para utilização do transporte fretado fornecido pela empresa é exigido o uso de máscaras e a entrada no ônibus só será permitida após a medição de temperatura. A quantidade de usuários foi reduzida nos ônibus para garantir o distanciamento necessário. Os veículos serão submetidos a processos de descontaminação, sendo higienizados a cada viagem e tendo.

Nova medição da temperatura é realizada antes da entrada na fábrica, com entrega diária de máscaras protetivas, uma para cada parte da jornada. Os principais espaços de concentração e acesso à unidade de Anápolis receberam demarcações, para que seja mantido o distanciamento entre as pessoas. Recipientes de álcool em gel foram distribuídos em toda a fábrica. Também houve ampliação dos refeitórios, com novo layout na distribuição de mesas e cadeiras, além da instalação de placas divisórias nas mesas.