A Red Bull aproveitou o dia desastroso da Ferrari e dominou o GP do Azerbaijão da Fórmula 1. O holandês Max Verstappen venceu a corrida nas ruas de Baku neste domingo, 12, e liderou a dobradinha da equipe com Sergio Pérez na segunda posição. George Russell, da Mercedes, completou o pódio.

O atual campeão largou em terceiro e assumiu a liderança ao ultrapassar Pérez na volta 15. Verstappen chegou a ser superado por Leclerc na primeira parada, mas o monegasco voltou a sofrer com problemas no motor da Ferrari e deixou a disputa quando era o líder na volta 20. Antes do abandono do monegasco, seu companheiro de equipe Carlos Sainz também foi forçado a sair com um problema hidráulico.

Lewis Hamilton, da Mercedes, cruzou a linha de chegada em quarto, seguido por Pierre Gasly, da AlphaTauri, Sebastian Vettel, da Aston Martin, e Fernando Alonso, da Alpine. A prova em Baku foi especial para o espanhol de 40 anos, que quebrou o recorde de Michael Schumacher como o piloto com a carreira mais longa na F1.

A McLaren apareceu na oitava e nona posições com Daniel Ricciardo e Lando Norris, respectivamente, e Esteban Ocon, da Alpine, fechou a lista dos dez primeiros.

Com sua primeira vitória em Baku na carreira, Verstappen chegou a 150 pontos e ampliou a vantagem na ponta do mundial. O novo vice-líder é Pérez, que foi a 129 pontos e ultrapassou Leclerc. O monegasco parou em 116 e caiu para terceiro.

A Fórmula 1 volta acelerar no próximo fim de semana no GP do Canadá, em Montreal. O Bandsports transmite ao vivo os treinos livres e a classificação.