Espetáculo criado a partir de registros dos atores sobre lembranças marcantes de quando eram crianças, a peça Estilhaços e […] algo volta ao palco neste sábado dia 25, em Curitiba.  Uma (Certa) Cia. Cênica comemora dez anos da sua estreia e, oara festejar com o público, a entrada é franca.

Estilhaços e […] algo assim tem dramaturgia de Léo Moita. O cenário vai sendo construído em tempo real em co-autoria com os espectadores, sendo possível reorganizar a cena a partir do que o espaço oferece. A proposta é criar um ambiente de encontro, no qual opta-se por interagir com o público.

Os atores são os responsáveis pelo efetivo diálogo entre dramaturgia, jogo-cena e público. No entanto, a responsabilidade é dividida também entre os músicos e o operador da luz e contrarregra.

A peça foi criada em 2012, como trabalho de conclusão de curso de alunos do Bacharelado em Artes Cênicas da Faculdade de Artes do Paraná – FAP.  Entre 2013 e 2016, percorreu diversas cidades do Paraná, além de Minas Gerais, São Paulo e Bahia. Agora, completando dez anos da estreia, volta aos palcos para uma celebração.

Ficha técnica:

  • Encenação – Talita Neves
  • Atuação – Dirceli Lima, Isadora Terra e Iury Pietreski
  • Ambientação sonora – Dalila Lopes e Machison Abreu
  • Dramaturgia e contrarregragem– Léo Moita
  • Iluminação e operação de luz – Raul Freitas
  • Registro audiovisual – Eduardo Ramos
  • Assessoria de comunicação – Paula Melech
  • Produção – Renata Cunali e Talita Neves
  • Realização – Certas Produções

Esse projeto foi contemplado no Edital de Difusão e Fomento em Teatro – Temporada 2022 – Modalidade I

 Agende-se:

 De 25 de junho a 3 de julho de 2022

Sábados e domingos, às 15h

Auditório Antônio Carlos Kraide – Portão Cultural

Av. Rep. Argentina, 3430 – Água Verde, Curitiba

Os ingressos, gratuitos, devem ser retirados uma hora antes na bilheteria do teatro.