Empresas paranaenses na nova fase  do Conecta Startup Brasil

361
André Datsch e Fernando Osmarini, da LeadFinder Marketing e Tecnologia, esperam aumentar a carteira de clientes e ter ainda mais visibilidade com o programa

Quatro empresas do Paraná estão entre as 50 que foram selecionadas para a Fase 2 do Conecta Startup Brasil, programa de apoio a startups e empreendedores em estágio inicial (early stage), que tem à frente o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações, a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), a Softex, e como parceiro executor o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

Entre as startups paranaenses selecionadas estão a Cor.Sync (Curitiba), NextCam (Curitiba), Alien House (Pato Branco) e LeadFinder Marketing e Tecnologia (Dois Vizinhos). Na segunda fase no Programa, focada na validação da solução e lançamento no mercado, serão aportados recursos de até R$ 30 mil em bolsas do CNPq. Com duração de 90 dias, as atividades incluem conteúdos de pré-aceleração, mentorias e trabalho de acompanhamento.

Já na fase 3, focada na validação do modelo de negócio e busca de clientes, o aporte financeiro em bolsas é de R$ 50 mil, com a seleção de 25 empresas. A última fase terá 10 empresas participantes, que receberão aporte financeiro direto de até R$ 100 mil.

Para o consultor do Sebrae/PR, Elizandro Ferreira, a seleção de empresas do Paraná reforça o trabalho de fortalecimento do ecossistema de inovação no Estado.

Oi investe mais de R$ 115 milhões no Paraná

O executivo Sérgio Lavarini  ocupa agora  a função de diretor de vendas da unidade no Sul

A Oi investiu no Paraná mais de R$ 115 milhões no primeiro trimestre de 2020, um aumento de 6% em relação ao mesmo período do ano passado, com foco na expansão da fibra ótica. Com a sua estratégia de ampliar o número de casas conectadas com a Oi Fibra, a companhia registrou aumento de 49% no número de clientes no Paraná de janeiro a março desse ano. A operadora disponibiliza internet por fibra ótica em oito cidades do estado: Curitiba, Almirante Tamandaré, Cascavel, Colombo, Maringá, Pinhais, Ponta Grossa e São Jose dos Pinhais.

A companhia fez uma movimentação recente na diretoria de Oi Soluções trazendo o executivo Sérgio Lavarini para ocupar a função de diretor de vendas da unidade no Sul, com o objetivo de reforçar o seu posicionamento na região como provedora e integradora de soluções digitais.

Sistema de Transmissão Gralha Azul

Obras do Sistema de Transmissão Gralha Azul, da Engie, no Paraná, irá movimentar cinco mil vagas de emprego  ainda em 2020

As obras do Sistema de Transmissão Gralha Azul, da Engie, estão em execução no Paraná desde o mês de setembro de 2019. Com investimento de R$ 2 bilhões, o projeto irá movimentar cinco mil vagas de emprego quando no pico de execução, ainda em 2020. Ao todo, são cinco novas subestações, cinco ampliações de subestações e quinze linhas de transmissão, o Sistema deverá estar concluído em 2021, com a operação escalonada prevista para iniciar em julho.

Com aproximadamente 1.000 km de extensão, o ST Gralha Azul passará por 27 municípios do Centro-Sul e Centro-Oriental paranaense, sendo sua maior parte na região dos Campos Gerais.

O Sistema de Transmissão Gralha Azul foi projetado, assim como todos os projetos da Engie, com todo zelo e cuidado na preservação do meio ambiente, que além das matas nativas se preocupou também na salvaguarda das espécies de fauna e flora, bem como a proteção da cultura e história do Paraná.