Emprego e Renda é a melhor política pública que seu próximo prefeito pode oferecer

595
Advogado e Consultor Empresarial

Este ano haverá eleições. Os pré-candidatos correm com os arranjos para a corrida eleitoral às prefeituras, em outubro. E você, cidadão, empreendedor, profissional autônomo, dona de casa, empregado ou desempregado, o que espera do próximo gestor da sua cidade? Você está preocupado, ou não?

São perguntas importantes e que precisam de respostas antes da decisão de quais botões apertar na urna eletrônica.

Este é um bom momento para o cidadão procurar respostas para perguntas cruciais para tomada de decisão:

Seu prefeito é candidato à reeleição? Ele fez um bom mandato? Qual foi o projeto que saiu do papel para desenvolver a cidade, gerar negócios, empregos e renda?

Sua cidade atraiu novas empresas? A cidade projetou ou tirou do papel um projeto para criar um parque industrial com vocação própria? Há um Plano Diretor capaz de direcionar o desenvolvimento da sua cidade para os próximos anos? A prefeitura mantém algum projeto ou parceria para apoiar e fortalecer os pequenos negócios? Foi criado algum programa de incentivo para os empreendedores?

Se a maioria das respostas for sim, é um bom indicador. Se, por outro lado, a resposta for “não sei”, ou simplesmente “não”, é bom pensar melhor neste assunto, porque desenvolvimento é coisa muito séria.

As cidades precisam pensar no desenvolvimento e trabalhar em projetos capazes de fomentar negócios. Porque com isso, no futuro haverá menos problemas sociais. Onde há emprego e renda, a fila do social fica menor! Nesses casos, menos pessoas precisam entrar na fila do posto de saúde para pegar um remédio, ou na fila para uma vaga nas creches públicas. E a razão é simples. Com renda, é possível comprar o remédio na farmácia, colocar o filho numa creche particular mais próxima de casa ou do trabalho, o que é mais econômico, cômodo e prático. Com renda há mais qualidade de vida!