Educação e nexo causal

428
Foto: pixabay.com

Certamente vivemos um momento de trevas na humanidade. Crianças, jovens adultos e velhos morrendo, geração órfã de pais, filhos e avós. Parece irracional, mas um vírus tão pequeno tem força de destruição devastadora, a ponto de colocar a humanidade no limite de sanidade e sofrimento. Na sequência do flagelo muitos outros problemas, arqui-inimigos da modernidade líquida, se ampliaram.

Desemprego, desigualdades e subeducação se avolumaram e evidenciaram problemas antigos. Não podemos ser ingênuos e pensar que são filhos da pandemia. Não. São filhos da nossa antiga incompetência, corrupção, falta de políticas públicas e, por fim, de uma formação adequada dos profissionais da educação. Estatísticas denunciam a crise do ensino…eu chamaria de “crise de não aprendizagem crônica”.

Nós profissionais da educação desconhecemos relações de causa e efeito? De nexo causal, diriam os juristas? Pensamos que com um ensino mal acabado, sem tempo de planejar, sem condições estruturais e sem muito estudo e práticas inovadoras conseguiríamos uma educação de qualidade e chegaríamos ao topo. Afinal, se outros chegaram por que nós não, e se for com um jeitinho, melhor. Para chegarmos a esse último patamar é preciso mudança de paradigma, de formação inicial e continuada, de uma agenda política, que envolve comunidade, professores, pais e estudantes. Todos somos responsáveis. Parece-me então que todos estamos falhando.

Para ter educação de qualidade é preciso conhecer o ser humano, é preciso planejar para o ser humano, é preciso desenvolver estratégias educacionais que motivem e instiguem esse ser humano a buscar e agir sobre a vida, melhorando seu mundo. Se continuarmos a separar o processo educacional desse ser humano cheio de necessidades, desejos e sonhos significativos continuaremos precisando que nossos alunos decorem, memorizem e repitam coisas inúteis e sem sentido…afinal só assim para colocar algo na cabeça que não faz sentido.

Profª Msc. Maristela Barcelos Castro
maristela.castro@inovaretec.com
Whats 41 991.991.330

Prof. Dr. Adelar Hengemühle
adelar.h@inovaretec.com
Whats 41 99222-1330