A Ecovia lança a partir deste mês de maio uma campanha diferente: promoverá ações para arrecadar moedas e estimular a circulação destas no mercado. O foco da campanha é conscientizar os colaboradores e prestadores de serviços, assim como usuários que trafegam pela rodovia de que é bom retirar as moedas do típico “cofrinho” mantido em casa e por em circulação.

A campanha começa este mês e segue até dezembro. Para estimular os usuários da rodovia a participar, um outdoor foi colocado próximo à praça de pedágio: no km 61 sentido Litoral. Segundo Luciane Zacarkim, Coordenadora de Sistema Rodoviário da Concessionária, a campanha foi realizada para trazer essas moedas de volta à circulação. “Em um dia de fluxo intenso, chegamos a usar 60.000 delas, levando em conta que os usuários dificilmente pagam sem necessitar de troco”, afirma.

Para os colaboradores da Ecovia, a campanha promoverá ações internas como o sorteio mensal de brindes para estimular a arrecadação. O colaborador traz as moedas e recebe o mesmo valor em notas. Ação semelhante foi realizada há seis meses e trouxe bons resultados. “Na última, 130 pessoas participaram e arrecadaram quase um milhão de moedas”, informa Luciane Zacarkim. “Com o sucesso da anterior, a nova meta será atingir a maioria dos colaboradores e retornar mais moedas ao mercado, além de conscientizá-los  sobre o valor que pequenas atitudes podem gerar”, explica.

Em um contexto internacional, milhões de moedas estão fora de seus respectivos países. “No Brasil, empresas e comerciantes tem que se desdobrar para evitar o mal estar na hora de dar a diferença em dinheiro aos clientes, já que é baixa a circulação das moedas”, afirma Marcelo Belão, gerente de Atendimento ao Usuário da Ecovia.

“Uma pesquisa feita pelo Banco Central provou que a cada dez moedas recebidas pelas pessoas, seis são usadas durante o dia e o restante é deixado em casa ou no trabalho, esquecidas em gavetas ou em cofres pessoais”, conclui Belão.