O dólar acelerava a alta e era cotado a cerca de R$ 2 nesta terça-feira, impulsionado pela piora nos mercados internacionais após a divulgação da ata da última reunião do Federal Reserve.

Às 15h28, a moeda norte-americana era cotada a R$ 1,996, em alta de 2,31%, após ter atingido R$ 2 poucos minutos antes. O dólar cedeu desse patamar na quinta-feira, com o fluxo cambial positivo em uma sessão mais cautelosa.

Na ata, o Federal Reserve reconhecia que uma resposta em política monetária poderia ser necessária se as condições do mercado piorarassem. "Uma maior deterioração das condições financeiras não pode ser descartada e, dado que pode haver um efeito adverso sobre as projeções de crescimento, isso deve exigir uma resposta política", informou o banco central dos Estados Unidos no documento.