Doação de sangue entre animais de estimação

303

Muitas pessoas não sabem, mas cada 450 ml de sangue doado por um cão pode salvar a vida de outros três cães. No próximo dia 25 de novembro, Dia Nacional do Doador Voluntário de Sangue, o Centro Integrado de Especialidades Veterinárias (CIEV), em parceria com o Vetex – Laboratório Veterinário de Análises Clínicas –  realiza seu 2º Pet Talk para esclarecer dúvidas e discutir a importância da doação de sangue entre animais de estimação. O bate papo online será transmitido ao vivo pelas redes sociais do CIEV (Facebook, Instagram e canal do Youtube), e contará com a participação dos médicos veterinários Edgar de Carvalho (CIEV) e Douglas Sommer (Vetex), além de tutores de animais doadores e receptores de sangue.

A exemplo do que acontece com os humanos, o universo pet também enfrenta escassez de bolsas de sangue. O número de doadores ainda está muito abaixo do necessário para suprir a demanda. Estima-se que apenas 70% da necessidade de transfusão sanguínea seja suprida por hospitais veterinários e bancos de sangue.

De acordo com o médico veterinário do CIEV,  Edgar Carvalho, a transfusão de um animal para outro é necessária em casos de acidentes, atropelamentos, ataques de animais peçonhentos, intoxicações e outras situações de emergência, além de doenças como anemia e câncer, por exemplo. O processo de doação é rápido, seguro, e leva 15 minutos. Em média são retirados 450 ml de sangue dos cães em cada doação. Já nos gatos, a quantidade varia de 20 ml a 40 ml. “As necessidades de doação e transfusão de sangue em animais são paralelas às necessidades dos seres humanos. Doar sangue é um ato de amor. As pessoas precisam se conscientizar e não ter qualquer receio em fazer a doação, já que ela salva vidas e os animais doadores não sofrem ou são prejudicados”, afirma Carvalho.

Pré-requisitos para doação

Existem alguns pré-requisitos a serem respeitados na doação de sangue entre animais. No caso dos cães, eles devem pesar mais do que 25 quilos. Já os gatos devem ter peso superior a quatro quilos. Os animais precisam ter entre um e oito anos de idade, além estarem com a vacinação e a vermifugação em dia. Caso o tutor não possa levar o animal para doar o sangue, o Vetex, laboratório oficial do CIEV, dispõe de um serviço que vai até a casa da pessoa para coletar o sangue do animal doador.