Com expectativa de receber cerca de 32 mil pessoas durante os quatro dias de evento, o Dragão Fashion Brasil-DFB Festival ganhou um dia a mais em Fortaleza, na noite dessa terça-feira dia 24, quando abraçou o desfile inaugural  do primeiro ciclo das ações do Programa 100% CE, que reúne iniciativas públicas e privadas em prol da reafirmação da força produtiva da moda do Ceará.

Cláudio Silveira e os 100 por cento criativos 

Na passarela, a beleza da artesania de fios (bilro, macramê, renda, crochê) e do couro de dezoito marcas distribuídas em 40 belas produções de moda.  Mas, antes, enalteceram o evento Cláudio Silveira, idealizador do DFB Festival, Élcio Batista, vice-prefeito de Fortaleza; Fabiano Piúba, secretário da Cultura do Ceará; Ana Cláudia Martins, diretora regional do Senac Ceará; Patrícia Varela, coordenadora de comunicação da Enel Ceára; Roseane Medeiros, secretária Executiva da Indústria na Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico e Trabalho; Alci Porto, diretor técnico do Sebrae Ceará e Carlos Prado, vice-presidente da Federação das Indústrias do Estado do Ceará.

O Programa 100% CE tem parceria com a feira Ceará Fashion Trade, cuja promotora, Roberta Cavalcanti, observa: “Nosso objetivo é reunir a moda autoral com a industrial, envolvendo toda a cadeia produtiva da moda”.

O desfile teve curadoria de Cláudio Silveira e o desenvolvimento das peças levou assinatura dos estilistas e designers Ivanildo Nunes, Celina Hissa, Vitor Cunha, Gisela Franck, Espedito Seleiro, Almerinda Maria, David Lee, Água de Coco, Kallil Nepomuceno, Bruno Olly, Camila Arraes, Luisa Lopes, Alix Pinho, Vi Lingerie, Dólmen, Jô de Paula, Theresa Montenegro, Anastácio Jr., Silviane, Silvana de Deus e Mary. O styling é de Roberta Mazzola. Essa equipe, mais modelistas, costureiras, lavanderias, beneficiadores têxteis e bordadeiras demonstraram a dedicação à moda.

E, desta quarta até dia 28, mais de vinte desfiles estão programados, com coleções de estilistas, marcas e especiais de moda cearense: Olé Rendeiras por Catarina Mina e QAIR Brasil, Kallil Nepomuceno, Hand Lace, Vitor Cunha, Almerinda Maria, Rendá, Ivanildo Nunes, Senac Richelieu por Ivanildo Nunes, Marina Bitu, Baba, Lindebergue, Bruno Olly, Banana Urbana, Sherida, Alix, Theresa Montenegro, Manuel Bessa, David Lee, Vi Lingerie, Sau Swim, Sand Blue e Rio de Jas, além do desfile Enel Upcycling.

Além de duas passarelas e imenso palco  para shows,  os pavilhões instalados na Praia de Iracema traz novo espaço, o Factory, com direito a instalações gigantes de players, estandes de lingeries, jeans e acessórios.

“Adianto que o DFB vai continuar como um dos mais relevantes eventos multidisciplinares da América Latina, dialogando com moda autoral, cultura e ações formativas. Precisamos desenvolver a cultura de moda no país e fortalecer a indústria de têxteis e confeccionados no Ceará, a partir do incentivo aos novos talentos, a oxigenação do mercado e o aprimoramento do trade de moda”, avalia Cláudio Silveira.

O festival também abrange um ciclo formativo de conhecimento e troca de vivências, com palestras e oficinas em parceria com o Senac-CE, Unifor, Haco e Associação Ceará Design. Assuntos como marketing digital, escrita criativa e jóias serão abordados.

E continuará transmitindo os desfiles e palestras do Dragão Pensando Moda. Ainda haverá a DFBTV, um espaço no canal do festival no YouTube, com entrevistas e conteúdo inédito, aberto a todos. Para ter acesso às palestras, inscreva-se em: https://bit.ly/3l74Uvd

O DFB Festival 2022 é realizado pela Artesanias do Ceará e apresentado pela Secretaria Especial da Cultura do Governo Federal e pelo Governo do Estado do Ceará. Agradecimento à Enel, patrocínio Giga Mall e apoio da Prefeitura de Fortaleza, Sebrae, Cagece e Vicunha. O Evento conta com o apoio institucional da Secretaria de Cultura (Secult/CE).

Fotógrafos do evento: Rogério Lima, Roberta Braga, Cláudio Pedroso, Nicolas Gondim e Leonardo Zingano

A beleza oculta das mulheres que lutaram contra o câncer de mama

Cristina BezerraLea Barbosa

Durante o DFB Festival, que começa oficialmente nesta quarta dia 25, o Senac/CE apresenta a exposição digital Res(peito), com imagens de dez mulheres que realizaram mastectomia e venceram a luta contra o câncer de mama. As fotos e vídeos estão em exibição nos totens instalados nos imensos barracões do evento, nas Praia de Iracema, Fortaleza.

A exposição, uma parceria com o Instituto do Câncer do Ceará, visa dar visibilidade a um fato: estima-se que, em 2022, mais de 66.200 novos casos da doença surjam e o Ceará situa-se entre os sete estados com maior índice previsto, com taxa estimada de 50,54 casos para cada 100 mil mulheres.

Michele PintoEliacir Oliveira

Res(peito) confirma que, quanto mais cedo o diagnóstico, maiores as chances de plena recuperação, mesmo que com sequelas emocionais ou físicas. É o que atestam as dez convidadas que posaram para as lentes de Nicolas Gondim, fotógrafo que também assina as imagens da campanha do DFB Festival 2022. Mais do que simples histórias de superação, cada narrativa mostra o quão complexo é o momento em que uma mulher se depara com o diagnóstico do câncer de mama. E os visitantes irão conhecer trechos dessas histórias nos vídeos assinados pelo diretor criativo do DFB, Charles W.

E a moda comparece no visual das musas, com curadoria de estilo de Márcia Travessoni e styling de Aline Matias, coordenadora de desfiles do DFB Festival. As dez vestiram peças das marcas Produção, Cholet, Sand Blue, Lenita, Lasso e Joiola. E a parte de beleza ficou a cargo dos profissionais do Senac/CE.

 

Palestras, oficinas 

e encontros do DFB

 

QUARTA- FEIRA – 25/05

13h às 13h30 – Café com Design Especial Empreendedorismo e Moda – Sala 2 – Apresentado por Associação Ceará Design;

15h às 17h30 – Joalheria Contemporânea – Sala 2 (Senac) – Apresentado por Alice Floriano, Nathália Canamary e Antonio Rabello;

16h às 17h30 – Estratégias e tendências para o futuro do marketing digital – Sala 1 (Mundo Unifor no DFB) – Apresentado por Vitor Peçanha;

QUINTA-FEIRA – 26/05

9h às 12h – A joia enquanto expressão artística – Um experimento sobre a joalheria contemporânea – Espaço Senac Refference (Senac) – Apresentado Alice Floriano e Nathália Canamary;

13h às 13h45 – Recomendações para uma moda brasileira sustentável – Sala 1 (Sebrae nacional) – Apresentado por Gustavo Narciso (Instituto C&A), Milena Prado (Dieese) e Verônica Couto (Sebrae nacional);

14h30 às 16h – Connect Day – Talk tendências de consumo, sustentabilidade na moda e RFID: varejo inteligente – Sala 1 (Haco) – Apresentado por Airam Pagliosa (Santana Textiles), Fernanda Bock (Arezzo & Co) e Renato Jannuzzi Cecchettini (Inova Consulting);

15h às 17h30 – Universo Digital – Sala 2 (Senac) – Apresentado por Lucas Leão e Valentino Kmentt;

SEXTA-FEIRA – 27/05

9h às 12h – Mesa Redonda – Escrita criativa para a moda – Espaço Senac Refference (Senac) – Apresentado por Lucas Winck;

15h às 17h30 – Ecossistema da moda – Sala 2 (Senac) – Apresentado por Itiana Pasetti, Adriana Tubino e Dudu Bertholini;

16h às 17h30 – Moda e Sustentabilidade – Sala 1 (Mundo Unifor no DFB) – Apresentado por Flávia Aranha;

SÁBADO – 28/05

9h às 12h – Oficina de Ecossistema da Moda – Espaço Senac Refference (Senac) – Apresentado por Itiana Pasetti, Adriana Tubino e Dudu Bertholini;

15h às 17h30 – Inclusão | Experiência de marca – Sala 2 (Senac) – Apresentado por Lilyan Berlim, Belly Palma e Denise Faertes (Fruto do Conde).