Decisão do STF colocar em xeque representatividade de associações no Brasil

620

A Sociedade Rural Brasileira (SRB) vem a público alertar que um julgamento virtual, previsto para acontecer nesta sexta-feira (3) pode ameaçar a representatividade de entidades de classe no Brasil, ligadas ou não ao agronegócio. O recurso pautado para a sessão de julgamento diz respeito ao Agravo Regimental interposto pela SRB, que questiona decisão monocrática do Ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes no caso Fethab (Fundo Estadual de Transporte e Habitação), cobrado no Estado do Mato Grosso.

Relator do caso Fethab, Gilmar Mendes negou dar seguimento na ação, sob o argumento de que a SRB não teria preenchido o requisito da homogeneidade de classe. Embora a SRB seja uma entidade centenária e com presença nacional, no entendimento do Ministro do STF, “produtor rural” não seria uma classe, como produtor de milho ou criador de gado, isoladamente. “A manutenção da decisão no julgamento virtual criará um risco para a representatividade de diversos setores e será catastrófica para uma infinidade de associações, sem precedentes na história do País”, avalia o advogado Marcelo Lemos, diretor jurídico da entidade.

A SRB interpôs o Agravo Regimental para tentar reverter a decisão. No agravo, a SRB demonstra que é uma entidade centenária, ocupada por membros com notório vínculo com a atividade rural e historicamente ligada à defesa dos direitos e deveres de produtores rurais.

A entidade ainda avalia que o agendamento do julgamento do recurso, feito às pressas em meio a uma crise pandêmica no País, também causa preocupação e perplexidade. Na sua alegação, a SRB destaca que, em razão do novo coronavírus (covid-19), os Ministros do Supremo não têm recebido os advogados presencialmente para despachos, o que pode privar o julgamento de um debate mais maduro.

“Corremos o risco de consolidar uma jurisprudência defensiva que, futuramente, vai impedir que as entidades de classe possam defender seus associados em Ações Diretas no Supremo”, alerta Marcelo Lemos.

Soma Sul fecha parceria com a Gravograph

Máquina de gravação polivalente M40, otimizada para gravação de placas profissionais

Dando sequência aos seus planos de expansão, o Grupo Soma Sul – do ramo industrial com sede em Chapecó (SC) e unidades no RS e PR, acaba de anunciar a nova parceria firmada com o Grupo multinacional Gravotech Marking, para distribuição da linha de produtos da Gravograph: fabricante de produtos para gravação mecânica e a laser e com mais 75 anos de mercado.

Com o portfólio acrescido com novos produtos, a catarinense objetiva atender empresas de sinalização arquitetônica, de produção de quadros elétricos e de brindes e personalização.

“A distribuição dos produtos da linha Gravograph representa a abertura de um novo mercado para a Soma Sul, que nos faz vislumbrar novas possibilidades de marcação e gravação, assunto no qual somos especialistas”, afirma Gilberto Dick, Diretor de Operações da Soma Sul.

Supply Chain no  webinário da Amcham

Webinário da Amcham

Promovido pela Amcham Brasil (Câmara Americana de Comércio), recentemente  o webinário ‘‘Distribuição e Logística: automação, entrega remota e oportunidades na crise’’ trouxe as visões de três diretores de grandes companhias sobre a situação atual nesse setor.

Na ocasião, o diretor de Supply Chain da BD, empresa global de tecnologia médica, Décio Cicone, o diretor executivo da Rufato, dedicada a entregas de produtos de alta qualidade, Marcelo Frias, e o diretor executivo comercial da Sequoia, empresa de logística e transporte, Marcos Assunção Bagnolesi, comentaram sobre os desafios que as companhias têm enfrentado. ‘‘Estamos sofrendo com o frete aéreo, nesse momento’’, disse o diretor de Supply Chain da BD. ‘‘Mas isso que estamos vivendo agora, sem dúvidas, vai virar case de Supply Chain no futuro’’, completa.

ESIC Internacional mantém 100% das aulas

As aulas dos alunos do ensino fundamental do Colégio Internacional ESIC não foram interrompidas

Resultado de uma parceria firmada com o Google for Education em 2018, a ESIC Internacional não interrompeu as aulas dos alunos de 6º, 7º, 8º e 9º ano do ensino fundamental do Colégio Internacional ESIC e também dos alunos de graduação, dos cursos de Bacharelado em Administração, Negócios Internacionais e Tecnologia em Gestão Comercial.

Devido à pandemia de Covid-19, todas as aulas estão sendo realizadas no ambiente online, nos mesmos turnos e horários que eram feitos presencialmente. Segundo o diretor executivo da ESIC, Alexandre Weiler, a ferramenta possibilita passar o conteúdo, tirar dúvidas dos alunos e promover interação entre eles. “Conseguimos transferir 100% da nossa atividade presencial para o ambiente online. A ferramenta possibilita um ambiente muito promissor para a troca de aprendizado, inclusive conseguimos até realizar trabalhos em grupo por meio delas”, afirma.

Máscaras para profissionais de saúde

Em meio ao cenário do coronavírus (COVID-19), atos de solidariedade e preocupação com o próximo tem se destacado em todo o mundo. A Pormade, maior fabricante de portas do Brasil encontrou uma forma de contribuir com a proteção de profissionais da área da saúde que atuam na linha de frente do combate à doença. A empresa cedeu uma de suas máquinas 3D para a impressão de suportes das máscaras que fazem parte dos EPIs utilizados nos atendimentos.

“Inicialmente, serão produzidos 40 suportes de máscaras que, posteriormente, serão entregues à hospitais da região”, afirma Claudio Zini, diretor-presidente da Pormade Portas. Com 80 anos de mercado, o investimento em ações sociais que promovem o bem-estar, saúde, educação e desenvolvimento da comunidade em que está inserida, já faz parte do DNA da companhia.

Fundada em 1939, a Pormade Portas é uma das maiores fabricantes de portas do Brasil. Há 80 anos, a empresa atua para manter a mais alta qualidade de seus produtos. Está localizada em União da Vitória (Pr). A companhia conta, atualmente, com mais de 700 colaboradores, 100% envolvidos em um processo de gestão inovador.

Barion reiventa e atende demanda

Com a proximidade da Páscoa,  as fábricas de doces se encontram diante de um desafio e buscam criar novas formas de atendimento para atender o consumidor em tempos de isolamento.

Com a proximidade do feriado, celebrado este ano no dia 12 de abril, as indústrias fabricantes de ovos de chocolate e doces comemorativos estão tendo que se reinventar. É o caso da Barion, tradicional fábrica paranaense reconhecida nacionalmente por seus produtos.
“Desde o dia 20 de março, estão no ar os nossos novos canais de atendimento ao consumidor. São eles: o Televendas, que funciona por meio de telefone fixo e whatsapp, o Drive-Thru, montado em nosso estacionamento para os clientes que desejarem buscar seus produtos na loja sem ter contato físico, a Loja Online, onde o consumidor pode realizar sua compra sem sair de casa, além do Delivery, que pode ser solicitado pelos aplicativos de entregas Rappi, IFood e James Delvery”, explica Fernanda Barion, Gerente de Marketing da Barion.

Programa “Recupera Sul” injeta R$1,3 bilhão

Em meio a um cenário de incertezas, nesta semana o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) anunciou a criação de um programa de apoio nomeado “Recupera Sul”, que irá injetar R$ 1,3 bilhão na economia dos três estados da região Sul do país, projetando ajudar os empreendedores afetados pela pandemia do Covid-19. No Paraná serão disponibilizados R$ 670 milhões.

O  Lide Paraná, por meio de sua websérie “Lide  Paraná Talks”, mais uma vez se posiciona como uma importante ferramenta de manutenção dos negócios paranaenses e proporcionará aos empresários uma oportunidade de entender como podem ter acesso ao “Recupera Sul”, que auxiliará as empresas mais afetadas pela crise.

É o caso do  diretor do BRDE, Wilson Bley, que juntamente com a presidente do Lide Paraná Heloisa Garrett, abordaram  o tema “Como funcionará o programa Recupera Sul que injetará R$ 1,3 bilhões na economia do Sul do país?”.

A websérie criada pelo Lide Paraná tem a finalidade de auxiliar os empresários neste momento de incertezas, trazendo uma rica agenda com participação de especialistas de diversos assuntos. A programação acontece ao vivo de maneira online em nossa plataforma de webnair onde convidados e filiados possuem acesso exclusivo e, após isso são disponibilizadas através do canal Lide Paraná no Youtube.