Dallagnol deixa o Ministério Público Federal para disputar vaga na Câmara dos Deputados em 2022

332

O procurador da República Deltan Dallagnol renunciou definitivamente ao seu cargo no Ministério Público e deve entrar para a política. Ele pretende disputar uma vaga na Câmara dos Deputados em 2022. Ex-coordenador e porta-voz da Lava Jato, Dallagnol viveu momentos de destaque na força-tarefa, mas se afastou após denúncias de excessos e da divulgação de mensagens suas com o ex-juiz Sergio Moro e outros procuradores.

Deltan tem amargado duras críticas, uma censura do Conselho Nacional do Ministério Público e até processos na Justiça para enterrar o “lavajatismo”. Ele se afastou da coordenação da Lava Jato de Curitiba, em setembro do ano passado, depois de denúncias de excessos e da divulgação de mensagens suas com Moro e outros procuradores pelo The Intercept Brasil. Formado em Direito pela Universidade Federal do Paraná (UFPR), Deltan tem mestrado pela Universidade de Harvard, nos Estados Unidos. Entrou para o Ministério Público do Estado em 2003, após ficar em primeiro lugar no concurso público. Seguindo os passos de Moro, ele deve se filiar ao Podemos, liderado pelo senador Alvaro Dias, também do Paraná.

Com sites