Curitiba sedia encontro de secretários de Administração e Finanças da RMC

359
Foto:Hully Paiva/SMCS

Curitiba sediou no dia 22 de outubro, o encontro metropolitano de secretários de Administração e Finanças dos municípios da Grande Curitiba. O evento, no Salão de Atos do Parque Barigui, reuniu representantes de 22 municípios para debater sobre os desafios da gestão pública com destaque para o programa Escola Metropolitana de Prefeituras, compras públicas e previdência complementar. A experiência da Secretaria de Gestão Pública de Londrina foi apresentada.

“Estamos em um momento bom na RMC de entendimento, diálogo e integração. A orientação do prefeito Rafael Greca é fortalecer este trabalho auxiliando os municípios a superar este momento difícil com a troca de experiências entre os gestores das áreas administrativa e financeira, o coração da Prefeitura”, afirmou o vice-prefeito de Curitiba, Eduardo Pimentel.

Ele também é presidente do Pró-Metrópole, entidade que organizou o encontro em parceria com a Prefeitura de Curitiba, a Associação dos Municípios da Região Metropolitana de Curitiba (Assomec) e o Sebrae. “Curitiba e região são uma só. Queremos apoiar os municípios fortalecendo o setor público e fomentando o comércio local para estimular a retomada econômica”, defendeu.

O secretário de Desenvolvimento da RMC, Leverci Filho, que também é coordenador para assuntos institucionais do Pró-Metrópole, destacou a importância da integração entre as prefeituras da Grande Curitiba.

“Somente saindo do município onde se vive e vendo o que os demais estão fazendo, é possível melhorar o produto local e isso exige qualificação. É isso que estamos oferecendo aos senhores”, afirmou Leverci Filho.

Por Curitiba, participaram ainda o presidente do Instituto Municipal de Administração Pública de Curitiba (Imap), Alexandre Matschinske, e o presidente da CuritibaPrev – Aprev do Servidor, a Fundação de Previdência Complementar do Município de Curitiba, José Rauen.

Para o diretor superintendente do Sebrae Paraná, Vitor Roberto Tioqueta, o momento econômico nacional exige bastante cuidado pelos gestores públicos responsáveis pelas finanças municipais. Ele colocou a estrutura do Sebrae à disposição das prefeituras. “Precisamos estimular a compra na própria região, estimulando que o dinheiro circule dentro da cidade e fazendo com que a riqueza multiplique. Assim teremos mais oportunidades para os paranaenses”, afirmou Tioqueta.

O assessor de Relações Internacionais da Prefeitura de Curitiba, Rodolpho Zannin Feijó, falou aos representantes das prefeituras sobre a importância de todos estarem comprometidos com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e o atendimento da Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas.

Em novembro será realizado evento do Governo do Estado para incentivar os municípios paranaenses a aderir aos 17 objetivos que contribuem para o desenvolvimento econômico de forma sustentável.

Participaram da reunião secretários das cidades de Curitiba, Fazenda Rio Grande, Tunas do Paraná, Tijucas do Sul, São José dos Pinhais, Agudos do Sul, Quitandinha, Piraquara, Mandirituba, Lapa, Almirante Tamandaré, Doutor Ulysses, Contenda, Campo Largo, Campo do Tenente, Cerro Azul, Bocaiúva do Sul, Rio Negro, Pinhais, Araucária e Colombo, além do presidente da Invest Paraná José Eduardo Bekin e o assessor Márcio Wozniack.