CURITIBA: Simplificação de cadastro e modernização facilitam acesso ao Armazém da Família

457
Foto: Hully Paiva/SMCS

A Prefeitura de Curitiba avança no conceito de Armazéns da Família 4.0 com desburocratização do cadastro, facilidade no acesso e modernização da estrutura das 34 unidades que comercializam gêneros e itens de higiene e limpeza 30% mais baratos que no varejo. A portaria 38 com novas regras de acesso, publicadas pela Secretaria de Segurança Alimentar e Nutricional (SMSAN), já está em vigor desde o início de outubro.

Antes com validade de apenas um ano, o cadastro das famílias nos Armazéns agora é por tempo indeterminado. Ou seja, não é mais preciso renovar. Já a comprovação de renda familiar de até cinco salários mínimos, que até o fim de setembro precisava ser feita com uma série de documentos (carteira de trabalho, holerite, imposto de renda, seguro-desemprego e demonstrativo de benefício do ISS no caso de aposentado ou pensionista), passa a ser com apenas um deles.

Para a comprovação de endereço, obrigatória pois apenas residentes em Curitiba podem comprar nos Armazéns, a lista de documentos que pode ser apresentada foi ampliada. Antes, podiam ser as contas de luz, água, telefone fixo ou cadastro no posto de saúde ou CadÚnico. Agora, além desses, condomínio, carnê de IPTU, contrato de aluguel com reconhecimento de firma ou até correspondência de bancos ou órgãos públicos de qualquer um dos membros da composição familiar. A validade dos comprovantes continua de no máximo três meses. Leia mais, no link: curitiba.pr.gov.br