Cruzeiros pela bacia amazônica

385
Amazon Dolphin: roteiros de três e seis noites pelos mistérios da Amazônia

Um barco de 36 metros de comprimento por oito de largura, com capacidade para 24 passageiros – o Amazon Dolphin –, inaugurado no início de novembro, é a nova opção de cruzeiros pelo rio Tapajós e outros cursos d’água da bacia amazônica. Construído em 2007, todo em madeira regional, e agora reformado, o Dolphin, assim como seu ’irmão’ Belle Amazon, integra o portfólio da Cap Amazon Tropical Marketing e os cruzeiros são de responsabilidade da operadora de viagens Turismo Crescente, com base em Alter do Chão, no Pará.

Com suas 12 cabines distribuídas em três conveses – oito standards, duas suítes máster e duas suítes comunicantes, todas com banheiro privativo e ar condicionado -, o novo barco recebeu durante a reforma novos equipamentos de comunicação e segurança. A bordo, ainda, uma sala de jantar, bar interno e externo, e um amplo deck com espreguiçadeiras; no posto de comando, os viajantes podem aproveitar a visão da proa e ouvir histórias do comandante Gil Barroso.

A viagem inaugural da embarcação ocorreu entre os dias 31 de outubro e 2 de novembro, com a cerimônia de batismo realizada no encontro das águas dos rios Amazonas e Tapajós, em Santarém. A partir de dezembro iniciam os roteiros regulares – de três a seis dias – e fretamentos pelos rios da maior floresta tropical do mundo.

Durante as viagens, os hóspedes podem visitar comunidades ribeirinhas, caboclas, quilombolas ou indígenas, descobrir a riqueza das tradições dos costumes locais e interagir com os moradores. A gastronomia a bordo é focada na cozinha paraense, a base de peixes, como pirarucu, surubim, tambaqui, tucunaré, filhote e dourado, de frutas e legumes regionais com jambú, açaí, cupuaçu, taperebá ou pupunha e do tucupi.

Natal e Réveillon em Manaus

Piscina do Juma Ópera com vista para o Teatro Amazonas

Inaugurado recentemente, o hotel boutique Juma Ópera, de Manaus, lançou pacotes de hospedagem para o Natal e o Réveillon na capital do Amazonas. O de Natal, com uma ou duas noites de hospedagem entre 24 e 26 de dezembro, custa entre R$ 1.273 a R$ 4.308, dependendo da quantidade de diárias e categoria de apartamento. Inclui ceia temática no restaurante Ópera, vinho, música ao vivo e café da manhã dia 25.

Para o Réveillon, também com uma e duas noites, os preços vão de R$ 1.771 e R$ 5.428, com ceia, uma garrafa de Chandon Brut Rosé e música ao vivo, assim como bar e pista de dança no rooftop do hotel, além de minibrunch no primeiro dia de 2021.

Entre as principais atrações turísticas de Manaus estão: o Encontro das Águas, fenômeno de junção dos rios Negro e Solimões; Zoológico; Mercado Municipal; Palacete Provincial, onde ficam diferentes museus como a Pinacoteca do Estado e o Museu Tiradentes; e o Teatro Amazonas, localizado bem em frente ao Juma Ópera.

Quem quiser dar uma esticada para a selva, pode aproveitar para conhecer o Juma Amazon Lodge, que ainda tem vagas para o Natal. O pacote de três noites custa R$ 4.202 por pessoa em um apartamento duplo, com possível upgrade. A estada combinada nos dois empreendimentos contempla 5% de desconto no valor total. Informações: jumaopera.com.br.

GJP, diárias em promoção

Prodigy Santos Dumont, no Rio, um dos hotéis da GJP

Com todos os hotéis da rede reabertos desde 16 de novembro – com protocolos sanitários definidos em parceria com o hospital Sírio Libanês -, o GJP Hotels & Resorts promove até 30 de novembro a Black Friday GJP, com descontos de até 40% nas compras de diárias de todos os hotéis da rede, das bandeiras Wish, Marupiara, Prodigy e Linx.

Quem não conseguir aproveitar as ofertas ainda tem uma nova chance, pois os descontos continuam na Cyber Monday, também com reduções de até 40% válidos para hospedagem durante todo o ano de 2020 até 20 de dezembro de 2021, seja na alta ou baixa temporada. Para fazer as reservas basta acessar no site da GJP gjphotels.com no período da promoção ou pela Central de Reservas pelo telefone 0800 600 8088.

Novo hotel em Florianópolis

Atrio Design Hotel, madeira, vidro, concreto e aço aparente

Começa a operar em 14 de dezembro, na avenida Beira-Mar em Florianópolis (SC), o WK Design Hotel, empreendimento da construtora WKoerich, que será administrado pela Atrio Hotel Management, de Joinville, que já aceita reservas. São 170 quartos (superior, luxo, suíte júnior e suítes WK), seis espaços para eventos e serviços e dois subsolos de garagem distribuídos em 16 pavimentos e 13.855 metros quadrados. A arquitetura contempla madeira, vidro, concreto e aço aparente. A piscina, no ático, descortina um amplo panorama da capital catarinense.

O gerente de marketing e vendas da Atrio, César Nunes, salienta o padrão do mobiliário e dos serviços especializados, citando nos quartos itens como: camas king-size, televisores LED, TV a cabo, workstation com acesso à internet, USB e banda larga. Nos espaços comuns, piscina, academia, restaurante e bar. O centro de convenções comporta até 330 pessoas e o gerente comercial do WK Design Hotel, Tiago Sagás, destaca que a região central da cidade tinha uma escassez por espaços que comportassem eventos deste porte, com total infraestrutura.

Chile reabre aos turistas

O Chile anunciou que, a partir das meia-noite desta segunda-feira 23, serão retiradas as restrições para entrada de turistas internacionais, os quais deverão cumprir restritas medidas sanitárias de acordo com o protocolo elaborado pelo Ministério da Saúde. O primeiro requisito será que, antes de chegar ao Chile, os passageiros deverão preencher uma declaração juramentada constando a origem, destino, condição de saúde e possíveis sintomas relacionados ao coronavírus – procedimento similar ao que foi implementado há alguns meses para cidadãos chilenos.

O ingresso de turistas estrangeiros será realizado de forma gradual. Por isso, inicialmente, será feito por via aérea e somente pelo aeroporto Arturo Merino Benítez. A entrada por via terrestre e marítima permanecerá fechada a espera que a condição sanitária permita sua reabertura.

O subsecretario de Turismo, José Luis Uriarte, diz que será possível reativar o setor turístico e dar mais um passo no plano que o governo implementou. Entretanto, destacou a importância de todos continuarem se cuidando e respeitando os protocolos sanitários para não haver retrocesso. O protocolo para ingresso de estrangeiros contempla, além da declaração juramentada de cada visitante, um exame PCR negativo feito até 72 horas antes do voo.

Dessa forma, os turistas não precisarão fazer quarentena, mas serão controlados por meio de um aplicativo que os monitorará de maneira constante. Isso permitirá o rastreamento do itinerário do visitante e ação rápida ao surgimento de qualquer sintoma que requeira atenção. O subsecretario de turismo explica que o PCR negativo é parte fundamental para manter a segurança do país. “Ninguém poderá embarcar em seus locais de origem se não tiverem o exame negativo”.