CRISE NA PETROBRAS

241

A Bolsa de São Paulo começou nesta segunda-feira um pregão nervoso, após a intervenção do presidente Jair Bolsonaro na Petrobras. Os papeis da empresa caíram mais de 15% na abertura dos mercados na expectativa da reunião do conselho de administração desta terça-feira, que deve confirmar ou não a troca na direção determinada pelo presidente.

O presidente brasileiro indicou para o cargo o general Joaquim Silva e Luna, ex-ministro da Defesa e atual diretor-geral da hidrelétrica Itaipu Binacional, em substituição a um dos chicago boys de Paulo Guedes, o economista Roberto Castello Branco ―ex-diretor do Banco Central e da mineradora Vale.

A interferência ocorreu depois da ameaça de greve de caminhoneiros, grupo base do bolsonarismo, por conta do aumento no preço do diesel. O Ibovespa, principal índice do mercado nacional, teve queda de 4%, para 112.819 pontos, na abertura às 10h28. O dólar abre em alta e dispara 2,50%, a 5,51 reais para venda.

Não está claro se haverá um divórcio entre o mercado financeiro, também uma importante base de apoio do presidente, e esse modelo de liberalismo onde as Forças Armadas assumem um papel de regulador para acalmar os ânimos de Bolsonaro. Mas, neste primeiro momento, os estragos serão sentidos pelos investidores. Vários bancos de investimentos mudaram para venda a recomendação dos papeis da petroleira, com medo da instabilidade causada pela ação do Governo na Petrobras. “Não há mais como defender; Rebaixamos para VENDA”, afirmou a XP Investimentos em relatório divulgado para seus investidores.

BOLSONARO DESABA

As últimas atitudes do presidente Jair Bolsonaro não têm feito bem a sua imagem, indica a pesquisa CNT/MDA divulgada nesta segunda-feira. A pesquisa, que aponta uma queda de 41% para 33% na aprovação do Governo Bolsonaro (e uma elevação de 27% para 36% na avaliação negativa), reforça a tendência registrada pelas outras pesquisas divulgadas nas últimas semanas. Foram ouvidas 2.002 pessoas, de 18 a 20 de fevereiro, em 137 municípios de 25 Unidades da Federação.

DESEMPENHO RUIM

A avaliação do desempenho pessoal do presidente também sofreu abalos: aprovado por 52% até novembro do ano passado, agora não passa de 44%, enquanto o índice de desaprovação foi de 43% para 51%.

KASSAB INDICIADO

A Polícia Federal (PF) indiciou, nesta segunda-feira (22/2), o ex-prefeito de São Paulo (SP), ex-ministro da Ciência e Tecnologia e atual presidente do PSD, Gilberto Kassab, por corrupção passiva, falsidade ideológica eleitoral, lavagem de dinheiro e associação criminosa. A ação é resultado de investigação no âmbito da operação Lava Jato iniciada a partir das delações premiadas de acionistas e executivos do Grupo J&F. As penas variam de 3 a 12 anos de prisão.

BETO RICHA ABSOLVIDO

O ex-governador Beto Richa foi absolvido pela Justiça Federal. Sofria uma acusação de desvio de verba quando era prefeito de Curitiba. O dinheiro era um repasse do Ministério da Saúde para a reforma de três unidades de atendimento ao público. O juiz Nivaldo Brunoni, da 23ª Vara Federal em Curitiba, concluiu que o Ministério Público Federal (MPF) não apresentou provas que sustentassem a denúncia.

POR FALTA DE PROVAS

Outro argumento em favor de Beto Richa é que o prefeito não é responsável direto pela aplicação da verba, responsabilidade dos secretários da Saúde, da Fazenda e de Obras. Nenhum deles foi citado pelo MPF, que concentrou seus esforços acusatórios contra Beto Richa. Este comportamento do MP tem levado a consequências importantes na vida pública. A pergunta que não quer calar: quem se responsabilizará pelo erro?

QUEM VAI RESSARCIR?

Esse comportamento do Ministério Público deu prejuízos políticos e morais incalculáveis para Beto Richa. A denúncia foi aceita e divulgada quando ele era governador do Paraná. No Jornal Nacional, o apresentador William Bonner disse que ele era réu criminal por desvio de verba. Em Londrina, ao ser entrevistado sobre o caso, a palavra usada pelo então governador para definir a decisão foi “teratológica”, um termo jurídico que significa algo absurdo, monstruoso. A absolvição por falta de provas veio quatro anos depois.

CUSTAS ABUSIVAS

A decisão do presidente do Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR), Celso Rótoli de Macedo, de fixar o valor das custas dos cartórios judiciais e extrajudiciais do Paraná acima do previsto em lei será questionada no Supremo Tribunal Federal (STF). De acordo com o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil no Paraná (OAB-PR), José Lúcio Glomb, o caso do reajuste deverá ser levado ao Conselho Federal da OAB em breve. A intenção é apresentar uma ação direta de inconstitucionalidade (Adin) contra o reajuste, que segundo a OAB-PR é ilegal.

ESCOLA INFECTADA

O retorno presencial das atividades da rede municipal de educação mal começou e teve uma escola fechada pela ocorrência de casos de Covid-19. Conforme a direção do CMEI informou uma escola infantil foi fechada pelo Distrito Sanitário. Ao confirmar os casos no CMEI, a direção avisou o Núcleo Regional da Educação que comunicou o Distrito Sanitário. O fechamento por uma semana para que a escola passe por sanitização. A direção ainda informou que os servidores do local que se sentirem preocupados, mesmo sem sintomas, devem procurar uma unidade de saúde para realizar o teste para verificar se foram contaminados ou não.

IGUAL A DE LULA

A gravata verde e amarela com a qual o general Eduardo Pazuello tem aparecido é igual a que Lula e comitiva usaram em todos os eventos preparatórios da candidatura do Rio para sediar a Olimpíada de 2016. Tem fundo azul marinho com listras diagonais em verde, amarelo e branco, é de seda e foi fabricada na Itália por encomenda da Tie Rack, de Londres. Lula gostou tanto da gravata que passou a usá-la em seu dia a dia. Ninguém sabe onde Pazuello foi buscar a sua (ele usa especialmente com terno verde-chumbo).

MAIS POBRES

Sem o auxílio emergencial, a pandemia provocou alta repentina na pobreza e agravou a miséria no Brasil. Ruas e comunidades registram aumento da fome de adultos e crianças. E um novo cálculo da FGV estima que o país ganhou 22 milhões de pobres na virada de 2021.

VOLTA DO GATILHO

Está marcada para quinta-feira a votação, no plenário do Senado, da proposta de emenda à Constituição (PEC) que cria gatilhos para a contenção de despesas da União, Estados e municípios – e chamada de PEC Emergencial. Em troca, o governo Bolsonaro se comprometeu em enviar uma MP com a retomada temporária do auxílio emergencial para pessoas em situação de vulnerabilidade social por conta da pandemia. Aprovada a PEC, abrem-se condições para retomar o auxílio. A oposição quer que sejam pagas seis parcelas de R$ 600; o governo quer entre R$ 200 e R$ 300 em três ou quatro meses.

DESIGUAL

Apesar do otimismo com as vacinas, poucos países conseguiram, até agora avançar com programas amplos de vacinação. Os EUA aplicaram pouco mais de 60 milhões de doses. A China, 40 milhões. O Reino Unido, 16 milhões. A Índia, 9,42 milhões. Os demais estão abaixo dos 7 milhões. Dez países (incluindo o Brasil) concentram 75% das doses aplicadas e 130 países não receberam nenhuma dose.

MAIS DO QUE PRECISAM

Os países ricos estão a caminho de ter um bilhão de doses de vacinas a mais do que precisam, deixando as nações mais pobres lutando pelas sobras. Uma análise de estoques e de compras futuras, feita pela One Campaign, ONG que luta contra a pobreza e pela prevenção de doenças, mostrou que países como EUA e Reino Unido deveriam compartilhar as doses em excesso para intensificar a resposta global à pandemia.

OLHO NA TAXA

Apesar do estado frágil, da atividade econômica, demonstrada pela forte queda inesperada nas vendas do varejo na semana passada, o dólar alto e os preços das commodities devem manter a inflação pressionada e fazê-la encerrar 2021 acima do centro da metade perseguida pelo Banco Central, segundo a pesquisa da Focus. Em face disso, o esperado processo de elevação da Selic pode ser adiantado em março, com analistas já prevendo uma alta de 0,50 ponto percentual na taxa.

DELTAN EM RISCO

Procuradores da ala lavajista do Ministério Público Federal se mobilizam com o objetivo de evitar uma punição rigorosa contra Deltan Dallagnol e demais integrantes da força-tarefa. Há uma pressão para que o pedido de investigação contra Dallagnol e outros saia do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) e vá para o Conselho Superior do Ministério Público Federal (CSMPF). A mudança é vista como fundamental para brecar uma dura sanção contra os procuradores da Lava Jato.

MINORIAS

Augusto Aras é minoria dentro do CSMPF: teria apenas quatro dos nove integrantes do colegiado. Haveria a chance do processo contra Dallagnol e equipe ser arquivado. Mas, Aras saiu na frente para enviar o pedido de investigação a Rinaldo Reis, corregedor nacional do CNMP. Reis é próximo de Aras e tido como procurador não simpático à Lava Jato e seus componentes.

ARMAS

No Canadá, armas automáticas foram banidas há anos e nenhuma arma legal do país pode disparar mais de cinco balas antes de ser recarregada. O Canadá é o sexto país do ranking da violência do Índice Global da Paz, atrás apenas da Islândia, Nova Zelândia, Portugal, Áustria e Dinamarca. O Brasil é o 126º de um total de 163 países pesquisados, à frente do Haiti, Zimbabué e Mianmar, que está sob estado de sitio, depois de um golpe militar.

ATACADO E VAREJO

O Grupo Martins, um dos maiores atacadistas do país, pretende abrir o capital, inspirado pelo IPO do Grupo Mateus. A rede varejista do Norte e Nordeste, captou cerca de R$ 4,6 bilhões em outubro, na maior oferta de ações na B3 em 2020.

ABRE A PORTEIRA

A ministra Tereza Cristina está inclinada a autorizar a importação de gado vivo do Paraguai. A medida atenderia a um pleito dos próprios pecuaristas brasileiros como objetivo de compensar a escassez de animais prontos para o abate no país. O problema se arrasta desde o fim do ano passado devido à alta demanda dos frigoríficos.

FRASES

“Foi incompetência, inconsequência ou má-fé?”

Deputado Hussein Bakri sobre suspensão de prova da Polícia Civil