CPI NÃO AVANÇA

729

A CPI da Pandemia retomou nesta quinta-feira o depoimento do ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello, titular mais longevo da pasta durante a crise da covid-19, e ele seguiu se esquivando de qualquer acusação de omissão ou das críticas sobre a obsessão do Governo Bolsonaro sobre o tratamento da covid-19 com cloroquina.

No segundo dia de seu depoimento, Pazuello responsabilizou a empresa White Martins e a Secretaria da Saúde do Amazonas pelo desabastecimento de oxigênio na crise sanitária de Manaus, por exemplo. O ex-ministro também refutou as crítica sobre o projeto abortado do aplicativo TrateCov (“Foi roubado, hackeado, puxado por um cidadão”) e se valeu de uma tecnicalidade para se esquivar das responsabilidades do Governo sobre o incentivo ao uso da cloroquina: “Eu não comprei nenhum comprimido de hidroxicloroquina”.

 No primeiro round da sessão, a quarta-feira, os senadores já o haviam confrontado sobre contradições e mentiras de sua fala inicial, em que o ex-ministro se contrapôs a ações da própria pasta que comandou e atuou para blindar o presidente Jair Bolsonaro. O Brasil registrou mais de  2.641 mortes causadas pelo vírus e atingiu 440 mil óbitos desde o início da pandemia.

Nesta quinta, a Índia, epicentro mundial da pandemia, contou menos de 4.000 novas mortes por covid-19 pela primeira vez após cinco dias. As vacinas são eficazes contra “todas as variantes” de covid-19, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS).

LULA É CANDIDATO

Pela primeira vez, em entrevista exclusiva ao jornal francês Paris Match, Lula lançou a sua candidatura a presidente em 2022. “Serei candidato contra o Bolsonaro“, disse o petista ao jornal. “Se estou na melhor posição para ganhar as eleições presidenciais e gozo de boa saúde, sim, não hesitarei.”

SAI NA FRENTE

Lula aparece em primeiro lugar em todas as pesquisas feitas até o momento. Após o Supremo Tribunal Federal anular os processos do petista na operação Lava Jato, o ex-presidente voltou ao cenário eleitoral.

EXPULSAS

Se depender do deputado estadual Soldado Fruet (PROS), as atuais concessionárias de pedágio do Paraná estarão fora do negócio definitivamente. Ele protocolou no Tribunal de Contas uma denúncia contra as seis concessionárias das rodovias do Anel de Integração do Paraná pedindo que elas sejam declaradas “inidôneas” para contratar com o poder público em razão de irregularidades e ilegalidades causadoras de dano aos cofres públicos na execução dos contratos, com pedido de tutela antecipada.

PROIBIDAS

O objetivo do deputado Soldado Fruet é óbvio. Ele quer que o TCE proíba as atuais concessionárias do pedágio no Paraná de disputarem o leilão para as novas concessões. Ele também quer impedir que os atuais contratos que vencem em novembro sejam prorrogados se não houver tempo para realizar a nova licitação até lá.

O GRECA PODE?

Os convidados do prefeito Rafael Greca (DEM), no Parque São Lourenço, na inauguração do Memorial Paranista provocaram aglomeração para assistirem shows e verem reproduções de obras do artista plástico João Turim e agora a vereadora e primeira secretária da Câmara Municipal de Curitiba, Flávia Francischini (PSL), quer saber os motivos que levaram a Prefeitura a realizar o evento, em um momento de crescimento de casos de coronavírus.

DESRESPEITO

Nesse dia estava em vigor um decreto assinado por Greca que não permitia agito como o ocorrido na inauguração do espaço, mesmo assim a prefeitura descumpriu a lei ao levar aproximadamente 50 pessoas, sem contar o staff presente na muvuca.

CAPITALIZAÇÃO

O líder do Governo, deputado Ricardo Barros (PP-PR), ressaltou as vantagens para o Brasil da capitalização da Eletrobras no Plenário da Câmara: “O povo brasileiro está ganhando em valor patrimonial, em agilidade, em geração de empregos, em investimento e em captação de parcerias, para que nós tenhamos mais infraestrutura, mais energia e possamos aproveitar um bom momento de crescimento econômico”, disse.

“MÃO FECHADA”

No novo livro de FHC, Um intelectual da política – Memórias, o ex-presidente confirma sua fama de “mão fechada”. Num certo trecho, ele conta que foi arrastado por Itamar Franco para tomar um café em hotel chique do Rio de Janeiro. “Entramos e o presidente da República e eu não tínhamos dinheiro para pagar nada”. Ambos haviam saído sem carteira – e sem um centavo no bolso.

REZANDO JUNTO

Se Bolsonaro tivesse de escolher hoje o novo integrante do STF no lugar de Marco Aurélio Mello, que se aposenta, seria o de André Mendonça, titular da Advocacia Geral da União. A escalada de Renan Calheiros na CPI da Covid inviabilizou a indicação do presidente do STJ, Humberto Martins, para o cargo. Os dois alagoanos são muito ligados e o ministro chama o senador de “primo”. O nome de André Mendonça ainda tem a torcida da primeira-dama Michelle Bolsonaro. André costuma orar com o casal presidencial.

APAGÃO

Os mandatos de quatro dos dez integrantes do Conselho Superior do Ministério Público Federal se encerram no próximo dia 31 e até o momento não há data confirmada para a eleição. Os opositores de Augusto Aras, o PGR, o acusam de manobrar para adiar o pleito para ganhar tempo e emplacar candidaturas de aliados. Hoje, ele é minoria no colegiado. Detalhe: a subprocuradora Maria Iraneide Olinda Santoro, coordenadora da Câmara de Combate à Corrupção do MPF deverá concorrer a uma das vagas, com aval de Aras.

JUNTOS

O mercado de turismo deverá retomar até 2024 o nível de vendas  que registrava antes do início da pandemia. Só que o perfil das viagens sofrerá mudanças. O turismo de lazer nacional ganhará mais importância em detrimento do lazer internacional e os destinos da natureza serão os mais procurados. E as viagens de negócios vão misturar mais momentos de lazer. São as projeções da Associação Brasileira de Operadoras de Turismo.

RACHA

O PSDB está mais do que dividido em relação às eleições de 2022 em São Paulo. O grupo de Bruno Covas comanda o diretório da legenda na capital paulista; o estadual está com João Doria; por fora, com apoios pontuais nos dois, corre Geraldo Alckmin. A confirmação de Rodrigo Garcia para a sucessão de Doria está dividida tanto quanto o nome do atual governador para disputar a Presidência da República (ele quer prévias de todos os filiados, versão que o favorece).

VACA

Jair Bolsonaro acha que a recuperação de sua imagem está ligada à volta da normalidade ao comércio. Seus assessores mais lúcidos traçam outros cenários no Planalto. A recuperação da popularidade do presidente está ligada a duas metas: a vacinação de mais de 50% da população e a queda do número de mortes diárias por covid-19 para menos de mil vítimas. Se assim, o nível de aprovação do governo não reagir, a vaca está indo para o brejo.

REFRESCO

A combinação da alta do dólar com elevação dos preços do minério de ferro tem representado um refresco fiscal para prefeituras e governos estaduais, notadamente Minas Gerais e Pará. De janeiro a abril, a arrecadação da Compensação Financeira pela Exploração de Recursos Minerais somou R$ 2,8 bilhões, mais do que o dobro registrado em igual período de 2020 (R$ 1,3 bilhão).

FAZENDAS

Um vídeo em circulação está mostrando as fazendas milionárias do pastor Valdemiro Santiago, em Santo Antônio de Leverger (MS), uma colada na outra (são quatro) num total de 26 mil hectares. As fazendas estão avaliadas em R$ 80 milhões, parte da fortuna de Valdomiro, estimada pela Forbes em R$ 450 milhões. Nas fazendas, tem 6 mil cabeças de gado. O Ministério Público está investigando tudo: acha que foi construído com o dinheiro dos fiéis e as fazendas são manobras para “lavar dinheiro”.

OLHO NO 5G

O Planalto cogita retirar a exigência de implantação de uma rede privativa de uso do governo para as empresas vencedoras dos leilões de 5G. O próprio ministro das Comunicações, Fábio Faria, principal operador das decisões do Executivo nessa área, seria defensor da medida. O recuo se daria não apenas por pressão das operadoras, mas sobretudo, pelos questionamentos do TCU à obrigatoriedade. A exigência poderia onerar em até 25% os custos da implantação do 5G no Brasil.

PODEROSO

Ranking Global Firepower, portal de análise das forças militares em 139 países, aponta o Exército brasileiro como o 9º mais poderoso do mundo. Os três primeiros, por ordem, são Estados Unidos, Rússia e China.

COVID19

Maceió acaba de se tornar a primeira capital a concluir a imunização dos grupos prioritários em todo o país. E nesses dias, Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro passaram o Amazonas como os estados com a maior proporção de doses de vacinas anti-covid disponíveis para a população: 26,3% e 25,3%, respectivamente.

FRASES

“Serei candidato contra o Bolsonaro.”

Lula, ao Paris Match