Costela sabor nipo-italiano

355
Além do sabor agridoce, o colorido é a marca do novo prato

Costela suína com molho de amoras: este é o novo prato do Tokyo Milano (r. Carlos de Carvalho, 1066, antigo endereço do Caffe Milano), um restaurante que combina os sabores das culinárias japonesa e italiana, como o próprio nome indica. Na receita, a proteína é assada com um molho agridoce que harmoniza com o risoto de limão siciliano e açafrão, regados por um molho de amoras. Custa R$ 67.

Gian Zambom, um dos sócios do restaurante (ao lado de Marcelo Lorenzetti, Bernardo Buschle e Neto Zornig), diz que “esse prato foi desenvolvido para criar uma combinação perfeita entre as cozinhas. E, sem dúvida, a novidade que está chegando no nosso cardápio, será a queridinha dos nossos clientes”.

O Tokyo Milano atende em duas salas, que comportam até 110 pessoas, lounge bar e espaço kids para crianças de três a 12 anos. Atende de segunda a sexta, das 11h30 às 15h e das 18h30 às 23h, e aos sábados, das 11h30 às 23h.

Pizza Margherita, festival até 17

Margherita da Vicente: sabor exclusivo do endereço

Oito versões preparo que é um clássico em se falando de pizza compõem o 2º Festival de Marguerita da Pizzaria da Mathilda, que vai até 17 de setembro em seus dois endereços, na rua Vicente Machado e na Rocha Pombo. Cada uma custa R$ 40. A novidade deste segundo evento é que cada unidade tem um sabor exclusivo: o da Mathilda do Centro, por exemplo, chama-se Marguerita Vicente, e é feita com azeite, basílico, parmesão, mozzarella de búfala e confit de tomate cereja; já a do Juvevê é preparada com passata amarela, basílico, parmesão ralado, mozzarella de búfala e azeite.

Os demais sabores são comuns às duas: Marguerita Pesto, com pesto de castanhas da Mathilda, basílico, mozzarella de búfala e tomate cereja amarelo; Brasileira leva molho de tomate, mozzarella, tomate cereja, orégano e azeite; das Montanhas, molho de tomate, basílico, mozzarella de búfala, farofa de castanha com parmesão e azeite; Bianca, mozzarella de búfala, azeite, basílico, parmesão, tomate cereja amarelo e tomate cereja vermelho; uma Fake Marguerita, com molho de tomate, basílico, parmesão, creme de ricota (de receita exclusiva da Mathilda) e azeite; e a Marguerita Vegana, com molho de tomate, queijo vegano, basílico e azeite.

A pizza Marguerita foi criada em 1889 por um pizzaiolo de Nápoles, Itália, que buscava agradar a rainha Margherita. Utilizando ingredientes das cores da bandeira italiana, ele incluiu na receita mozzarella, tomate e manjericão. Mais de um século depois, o sabor está entre os mais populares do mundo. Mesmo com a tradição, a receita pode ainda ganhar interessantes releituras – que é a proposta do evento da Mathilda.

Bar de vinhos no Street Patagônia

O bar tem decoração rústica com madeira de demolição

O Street 444 Patagônia (av. Mário Tourinho, 573, Seminário, Curitiba) inaugurou o ST444 Wine, um bar dedicado ao vinho, com mais de 400 rótulos – tintos, brancos, rosés e espumantes – de 14 países. Para isso, a casa firmou parceria exclusiva com a Meritage, distribuidora que conta com a consultoria do enólogo Alcioni Dümes, formado na Alemanha e com experiência de mais de 20 anos no mercado brasileiro.

O ambiente do ST444 é todo em madeira de demolição, com decoração rústica, com espaço para confrarias, degustações, encontro casual entre amigos. O sommelier da casa indica as opções que podem ser harmonizadas com as entradas, pratos principais e sanduíches do restaurante. É possível também apenas comprar sem permanecer no bar.

Além de petiscos como provoleta a la placha e papas rústicas, há pratos principais, entre os quais assados na parrilla, como ojo de bife, vazio argentino, assado de tiras, bife de chorizo ou bife de lomo (mignon), que podem ser acompanhados de salada de tomate e cebola, salada de maionese, legumes a la plancha, batatas rústicas ou fritas, farofa de bacon e molho chimichurri. Para comer com a mão, o tradicional Choripan (pão com linguiça e chimichurri) ou hamburguesa com queijo e salada.

O Street 444 Patagônia funciona de segunda a sábado, das 12h às 15h e 18h às 23h; aos domingos, das 12h às 18h.

CaipiFest no Quermesse

Capilé, com morango e leite condensado

Até 7 de setembro, o Bar Quermesse (r. Carlos Pioli, 513, Bom Retiro, Curitiba) realiza o seu segundo festival de caipirinhas – CaipiFest -, com releituras do clássico drink brasileiro ao preço único de R$ 15. O evento apresenta algumas receitas exóticas, entre elas uma que leva manga com pimenta (Manga Rosa) e outra, com morango e picolé de leite condensado (Caipilé).

Outros destaques do festival são a Caipirinha 3 Limões (tahiti, siciliano e rosa) com cravo e a de uva, uma das mais pedidas no Quermesse. As caipirinhas poderão ser feitas com cachaça ou vodka. Para acompanhar, petiscos como torresmo de rolo, bolinho de bacalhau, lambari frito, rollmops, pão com bolinho e canudinho de carne de onça.