Com certeza essa política tem forte influência do secretário estadual do transporte, Renê Tissot.

O governo paranaense está reivindicando a inclusão da construção de uma ferrovia que sai do Mato Grosso do Sul e chega ao oeste do Estado, no Plano Nacional de Logística e Transporte, segundo nota divulgada pelo Paraná Rural. Isso fortaleceria o “Corredor Ferroviário do Oeste do Paraná”, que tem como principal elemento a Ferroeste, ferrovia recentemente estatizada, que liga Cascavel a Guarapuava. O governo do Estado tem planos, ainda, de construir uma nova ligação entre Guarapuava, Curitiba, Paranaguá. Com certeza essa política tem forte influência do secretário estadual do transporte, Renê Tissot. Há vinte anos, iniciando como funcionário da secretaria, ele dirigiu um estudo provando que a diminuição da dependência rodoviária diminuiria o custo do transporte nas exportações de cereais para um quarto dos valores atuais. O estudo mostrava, inclusive, que a soja saía da porteira da fazenda com um dos preços mais baixos do mundo e chegava ao navio como um dos mais caros. Paradoxalmente, a soja saía das fazendas norte-americanas como um dos mais caros, mas, graças ao uso de vias ferroviárias e hidroviárias, chegava aos portos com preços bastante competitivos. O que resta saber é se o “corredor” trará na realidade a queda nos custos de transporte. 

“Bola da vez”O Brasil tem tudo para ser líder absoluto no agronegócio mundial nos próximos 10 anos. O Boletim Agropecuário relata estudo exclusivo da Cogo Consultoria Agroeconômica que aponta um crescimento de 3 a 5% ao ano, chegando a uma colheita de 223,4 milhões em grãos, em 2017/18, tornando-se o maior produtor mundial em várias commodities. 

Novamente às dívidasInforme Diário da Ocepar notifica que a liderança rural do país está reunida, hoje, com a Comissão da Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural da Câmara Federal, em Brasília, com deputados federais, senadores e técnicos do Ministério da Agricultura. O objetivo é encontrar uma solução para as dívidas bancárias antigos dos agricultores, dando origem a um projeto de lei definitivo. Entre os representantes do setor, está o superintendente do Sistema Ocepar, José Roberto Ricken. 

Pega ou não pega?O governador Roberto Requião deve relançar o Programa Trator Solidário em Londrina, no começo de outubro. Ele sentiu que, enquanto vem sendo registrada a encomenda de pequenos tratores no Sul e Oeste, no Norte o programa não pegou, segundo divulgado pelo site noticioso Paraná Rural

Editor de agronegócios. (comentários e contatos pelo e-mail: spada@induscom.com.br)