O presidente em exercício do SindusCon-SP, Sergio Watanabe, afirmou que o crescimento do PIB da construção reforça a expectativa em relação ao bom desempenho do setor durante 2007.

O presidente em exercício do SindusCon-SP (Sindicato da Indústria da Construção do Estado de São Paulo), Sergio Watanabe, afirmou ontem que o crescimento do PIB (Produto Interno Bruto) da construção no segundo trimestre de 2007 reforça a expectativa da entidade em relação ao bom desempenho do setor durante todo o ano de 2007.

Segundo dados divulgados ontem pelo IBGE, a construção civil cresceu 6,3% em relação ao mesmo período de 2006. A expectativa do SindusCon-SP é que o PIB da construção civil cresça 7,9% neste ano.

"O bom desempenho da construção civil no segundo trimestre continua refletindo principalmente o aquecimento do segmento imobiliário, favorecido pelo aumento do volume de financiamentos para a construção e a aquisição da casa própria. Neste segundo semestre, a atividade do setor deverá se intensificar ainda mais, com contratações de obras públicas e habitação popular dentro e fora do PAC", diz ele.

Segundo o IBGE, a construção civil, ao crescer 6,3% no 2º trimestre, foi um dos setores responsáveis pelo bom desempenho da indústria no período, que registrou crescimento de 6,8%. Isso contribuiu para a elevação de 5,4% do PIB brasileiro no período.

Ao mesmo tempo, os investimentos em construção civil e máquinas e equipamentos elevaram a formação bruta de capital fixo em 9,8%, na comparação dos últimos quatro trimestres em relação aos quatro trimestres imediatamente anteriores. Nesta comparação, o PIB acumulou crescimento de 4,8%.