No mês de agosto, o Índice de Confiança da Indústria (ICI) registrou um resultado recorde na comparação com julho.

No mês de agosto, o Índice de Confiança da Indústria (ICI) registrou um resultado recorde na comparação com julho. A sondagem, elaborada pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) desde 1995, mostra que a confiança dos empresários do setor industrial brasileiro alcançou o nível histórico de 121,8 pontos. No mês anterior, o índice havia sido de 121,7 pontos."O resultado revela que a indústria continua aquecida e com boas perspectivas para os últimos meses do ano", diz a FGV. Isso prova que o cenário instável do mercado financeiro internacional em agosto não trouxe muita preocupação aos industriais no Brasil. Na comparação com o mesmo período do ano passado, o índice da confiança registrou uma elevação de 14,2%.A expectativa quanto ao futuro dos negócios é boa. Segundo o ICI, 50% dos empresários entrevistados espera aumentar a produção nos próximos meses. Em agosto do ano passado, apenas 39% dos industriais tinha o mesmo otimismo. Somente 4% dos empresários entrevistados trabalha com a perspectiva de reduzir a produção contra 13% no mesmo mês do ano passado.A pesquisa da FGV foi feita junto a 1.095 empresas, entre os dias 1 e 28 deste mês. As indústrias que participaram do levantamento representam um total de vendas de R$ 539 bilhões e empregam 1.259 funcionários.A parcela dos empresários que considera insuficiente o nível de estoque subiu de acordo com a FGV. Agora, 7% dos entrevistados pensam assim, enquanto que, há um ano, esse número era de 4%.A proporção dos empresários ouvidos que consideram o nível de estoques "excessivo" caiu de 12% – em agosto de 2006 – para 6% neste mês.