Com treinos a todo vapor em Kasai, atletas da canoagem slalom estão confiantes

249
Foto: Gaspar Nóbrega/COB

Treinar e conhecer o local de competição é importante na maioria das modalidades. Na canoagem slalom, é fundamental. Por isso, Ana Sátila e Pepê Gonçalves podem se dizer, nesse ponto, bem preparados para a disputa dos Jogos Olímpicos Tóquio 2020. Ela, primeira atleta brasileira a desembarcar no Japão, treina na pista do Centro de Canoagem Slalom de Kasai desde o dia 8. Já Pepê, que teve um contratempo para viajar para Tóquio, usa o local desde o dia 13.

“Foi motivo de muito orgulho para mim abrir o caminho para toda a delegação. Com todos os protocolos adotados pela organização, a gente conseguiu ficar num formato de bolha e pôde usar a pista todos os dias. Chegar aqui e ser a primeira atleta foi incrível, estou muito feliz”, disse Ana Sátila, que vai estrear nos Jogos no domingo, 25. As disputas do K1 feminino começam às 13h50 do Japão (1h50 do Brasil).

“Tive uns probleminhas na hora de vir, mas não está me afetando em nada. Estou me sentindo bem nos treinos e com uma sensação gostosa na água por treinarmos em Deodoro, um canal parecido com esse. Agora é colocar tudo que treinamos na água com muita alegria e um pouco de ousadia”, disse Pepê Gonçalves.