Ciro se diz arrependido de ter lutado contra impeachment de Dilma

276

O clima de trégua entre o possível candidato do PDT à presidência, Ciro Gomes, e o PT, quase não durou. Após sugerir que Lula conspirou pelo impeachment de Dilma Roussef em 2016, o ex-ministro foi chamado de mentiroso pela ex-presidente. Em post no Twitter na tarde desta quarta-feira, 13, ele disse que nunca mentiu em toda a sua “vida”, mas hoje se arrepende de algumas decisões, entre elas de ter lutado contra o impedimento de Dilma.

Ciro reforça que à época não defendia o “mandato” de Dilma, mas sim o seu direito de exercer o cargo que ela “toscamente ocupava”.

“Se hoje você prefere estar do lado dos que a traíram, obrigado por me poupar da sua incômoda companhia”, desabafou Ciro, que atribuiu a Lula parcela da culpa pela “queda” de Dilma, por suas críticas públicas a ela, que foi sua ministra da Casa Civil.

“No fundo, vocês dois se merecem. Mas o Brasil merece pessoas melhores que vocês. Guarde suas ofensas e diatribes para quem possa ter medo de você”, disparou.