Cérebro emocional canino

317
Gregory Berns
Livro decifra o cérebro de cães

O neurocientista apaixonado por cães Gregory Berns lançou o livro “Será que ele me ama?”, pela Editora Citadel (286 páginas), no qual decifra o cérebro emocional canino. Nele o autor americano recupera os ensinamentos de grandes cientistas que estudaram o comportamento de cachorros e os atualiza com os achados da neurobiologia. A obra traz ainda histórias pessoais e mostra como os cães processam memórias e emoções e como expressam empatia e inteligência social.

Transtornos compulsivos em pets

Lais Cauner, comportamentalista canina e adestradora, alerta tutores para observarem se o seu cachorro lambe as patas ou alguma parte do corpo continuamente. Ela explica que isso pode ser um transtorno compulsivo. Essa ação repetitiva indica que animal pode estar estresse, ansioso e frustrado, porém, ressalta que essa conclusão não substitui o diagnóstico veterinário, pois não estão descartadas doenças sistêmicas e da derme. Livres de enfermidades da pele, do pelo ou quaisquer doenças, Lais recomenda oferecer aos lambedores, tratamentos comportamentais de dessensibilização, de manejo do cão para identificar situações de estresse, treino que associe gradativamente o fator ou, até mesmo, novidades no ambiente e momentos de relaxamento. Fique de olho em seu bichinho.

Sensibilidade em cães

Tutores devem ficar atentos a seus bichinhos

A médica veterinária Natália Lopes informa que uma pesquisa realizada com dois mil cães, identificou que um a cada três têm algum tipo de sensibilidade, que pode ser digestiva, cutânea, como coceiras e irritações e outras relacionadas ao peso.   Segundo ela, grande parte desses cães que desenvolvem algum quadro clínico de saúde poderia ter a doença evitada ou retardada. É importante que o tutor leve o bichinho sempre ao veterinário que pode reconhecer o surgimento de possíveis sensibilidades na saúde do seu pet.