Encontro Estadual de Notários e Registradores deve reunir cerca de 300 titulares de cartórios de todo o estado.

Os cartórios do Paraná estão atentos às novidades para melhorar o atendimento prestado à população. Para discutir esse assunto e criar um padrão de excelência no atendimento ao público em todo o estado, a Associação dos Notários e Registradores do Paraná (Anoreg-PR) realiza a partir desta sexta-feira (31) em Maringá, o XXIX Encontro Estadual de Notários e Registradores. A expectativa é que o evento reúna cerca de 300 titulares de cartórios de todo o estado, além de palestrantes, magistrados, promotores de justiça e representantes de classe. A programação das palestras inclui temas como registro imobiliário e as mudanças nos procedimentos de separação, divórcio, inventários e partilhas pela via administrativa, através da Lei 11.441/07.

A principal novidade apresentada pela Anoreg-PR no encontro será o lançamento do programa “Anoreg.Com.Você”, ferramenta para aperfeiçoar os serviços dos cartórios. “O programa prevê a melhoria no atendimento, aliando segurança na prática dos atos”, afirma o vice-presidente da Anoreg-PR, Álvaro de Quadros Neto. O objetivo é levar uma equipe técnica da Anoreg in loco na serventia para um suporte e treinamento antes da correição promovida pela Corregedoria do Tribunal de Justiça do Paraná. “A meta é em até dois anos todas as comarcas do Paraná serem atendidas pela Anoreg”, prevê.

O encontro em Maringá segue a filosofia de trabalho da associação, em interiorizar as atividades realizadas. Ano passado, a Anoreg-PR realizou encontros nas cidades de Foz do Iguaçu, Cascavel e Maringá, debatendo com os titulares de cartórios questões referentes à informatização, como certificação digital, assinatura eletrônica e digitalização de documentos. “A informatização é hoje vital para prestar um bom serviço na área notarial e registral. Para isso, criamos mecanismos para levar ao titular de cartório dos pequenos municípios do interior uma infra-estrutura capaz de oferecer um serviço à população que alie segurança e agilidade”, explica Quadros Neto.