Os gastos do Brasil com Previdência colocam o País em 14º lugar na lista das nações que mais gastam com essa despesa.

Marcio Ferreira
da redação

Os gastos do Brasil com Previdência colocam o País em 14º lugar na lista das nações que mais gastam com essa despesa. O estudo foi elaborado por dois economistas do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). A lista completa inclui 113 países que informam os seus dados sobre Previdência à Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).

O documento foi elaborado pelos economistas Rogério Boueri Miranda e Marcelo Abi-Ramia Caetano. Segundo o estudo, a Itália é o país que mais gasta com Previdência: o equivalente a 17,6% do seu Produto Interno Bruto (PIB). No caso do Brasil, as despesas representam 11,7% do PIB. "O gasto do governo brasileiro com o sistema previdenciário está acima da capacidade de pagamento do País", disse Miranda à agência de notícias BBC Brasil.

O cálculo feito pelos economistas do Ipea utiliza dados que incluem o pagamento das aposentadorias públicas e privadas por tempo de contribuição e benefícios como a aposentadoria rural e as pensões por idade. O governo quer mudar a contabilidade desses gastos, para retirar esses benefícios da conta da Previdência, e assim reduzir o déficit do sistema.

"A combinação desses indicadores mostra que o Brasil está gastando muito com Previdência, mais do que esses indicadores exigem", afirmou Miranda, referindo-se aos fatores que foram levados em conta para chegar às conclusões do estudo. Um dos pontos analisados foi a dependência demográfica, que mede a proporção entre a população com mais de 65 anos em relação à população em idade ativa. O número do Brasil é 9, o que significa uma proporção relativamente baixa de idosos dependendo dos trabalhadores na ativa. Na Itália, por exemplo, esse indicador é 29,7.

"Quanto mais alto, maior o gasto com Previdência, então o gasto do Brasil, por este indicador, deveria ser menor", afirma Miranda.