Foto: reprodução

O banco central do Japão precisa estar atento ao risco de a inflação acelerar mais rápido do que o esperado caso os custos das matérias-primas continuem subindo e levando mais empresas a elevar os preços, disse o Banco do Japão em relatório nesta quarta-feira.

Por enquanto, o repasse do aumento dos custos das matérias-primas para os consumidores tem se concentrado em produtos alimentícios e não está se espalhando para uma gama mais ampla de itens, disse o Banco do Japão em uma versão completa de seu relatório trimestral de perspectivas.

“Dito isso, há riscos de alta e baixa em relação à extensão em que os aumentos de custo de matérias-primas serão repassados ao índice de preços ao consumidor”, disse o banco central japonês.

Em um resumo do relatório, o banco projeta que o núcleo da inflação ao consumidor atingirá 1,1% no ano que se inicia em abril e no ano seguinte –leitura bem abaixo da sua meta de 2%.

Pesquisas recentes mostraram que as expectativas do empresariado para inflação estão se fortalecendo e mais empresas estão observando alta nos preços dos produtos, de acordo com o documento, acrescentando que a perspectiva para a inflação dependerá de quão tolerantes os consumidores serão com os aumentos de preços.

Fonte: Reuters