Auxílio emergencial terá quatro parcelas de até R$ 250

282

O novo auxílio emergencial será de até quatro parcelas de R$ 200. O governo, no entanto, já prevê pressão no Congresso para aumentar o valor, que poderia chegar até quatro parcelas de R$ 250 para 40 milhões de brasileiros. Pagamento do benefício por quatro meses aumentaria em R$ 40 bilhões a despesa da União neste ano e os recursos seriam obtidos por meio de emissão de dívida.

Pela proposta em debate, a tendência é que o valor do novo auxílio em 2021 seja menor do que os R$ 600 (e depois R$ 300) pagos por parcela em 2020. O ministro da Economia, Paulo Guedes, defende um valor de R$ 200, mas não deve se opor a elevar o montante para R$ 250 por parcela.

A votação da PEC está prevista para esta quinta (25) no Senado e depois segue para a Câmara dos Deputados. O novo auxílio deve ser criado via medida provisória após a promulgação da PEC.