Assembleia de SC abre processo de impeachment contra governador e vice

332
O governador de Santa Catarina, Carlos Moisés (PSL) Foto: Júlio Cavaleiro/ SECOM

A Assembleia Legislativa de Santa Catarina abriu processo de impeachment contra o governador Carlos Moisés (PSL) e a vice-governadora Daniela Reinehr.

A reportagem da CNN errou ao informar que o governador e a vice foram automaticamente afastados dos cargos. A decisão sobre o afastamento caberá à comissão julgadora, que ainda será formada.

Em duas votações separadas, os parlamentares de Santa Catarina decidiram, por 33 votos a seis, no caso de Moisés, e por 32 votos a sete, no caso de Reinehr, prosseguir com o processo de cassação.

Carlos Moisés e Daniela Reinehr são acusados de crime de responsabilidade por aumentos aos procuradores do estado sem autorização da Assembleia Legislativa.

A partir de agora, será formada uma comissão especial, com cinco desembargadores, cinco deputados estaduais e o presidente do Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJ-SC), Ricardo Roesler. O voto do presidente do TJ-SC será dado em caso de necessidade de desempate.

A comissão especial deverá decidir se o processo prossegue. Na próxima etapa do processo, caso a maioria votar a favor disso, eles serão afastados por 180 dias. Por fim, procede ao julgamento. Caso sejam condenados, perdem o cargo. Se forem absolvidos, reassumem.
Fonte: CNN