A arrecadação das nove loterias administradas pela Caixa nos oito primeiros meses de 2007 atingiu quase R$ 3,4 bilhões, resultado 23% maior do que o registrado no mesmo período de 2006.

A arrecadação das nove loterias administradas pela Caixa nos oito primeiros meses de 2007 atingiu quase R$ 3,4 bilhões, resultado 23% maior do que o registrado no mesmo período de 2006. No acumulado do ano, é o melhor resultado da história. Em números absolutos, a expansão em 2007 é de R$ 636 milhões. Agosto superou janeiro e agora possui a maior arrecadação do ano, com R$ 549,2 milhões.

Nos sete primeiros meses de 2007, a Caixa pagou R$ 931 milhões aos ganhadores de suas nove modalidades de loterias.

"O ótimo desempenho de agosto gera impacto positivo para a sociedade, por intermédio dos repasses aos fundos e programas sociais do Governo Federal, e aos apostadores, que contam com prêmios mais atrativos. Poucos serviços públicos têm uma atuação tão abrangente como as Loterias Federais", ressalta o Superintendente Nacional de Loterias da Caixa, Paulo Campos.

Segundo a Caixa, de cada R$ 1 apostado, R$ 0,48 (incluído o percentual a título de Imposto de Renda) retornam à sociedade por meio de repasses para áreas prioritárias para o desenvolvimento do País.

Em 2007, os repasses destinados ao financiamento de projetos de inclusão social nas áreas de educação, esporte, seguridade, cultura e segurança pública somam mais de R$ 1,66 bilhão.