Depois do grande sucesso no Rio de Janeiro e São Paulo, Ana Carolina apresenta a turnê do álbum "Dois Quartos", nos dias 14 e 15 de setembro, em Curitiba.


Quem se lembra do último show de Ana Carolina "Estampado", pode se surpreender com o início de "Dois Quartos". Enquanto o espetáculo anterior começava com os solos e banda tocando pesado, agora a entrada no palco acontece num clima minimalista: Ana toca baixo e os músicos fazem vocais… A atmosfera, porém, vai ganhando energia enquanto a cantora emenda "Cantinho", "Fever" ( de 1956, que teve releitura de Madona, no CD "ErÓtica" de 1992), "Eu sou melhor que você" ( de Moreno Veloso) e "Eu comi Madona" – momento do show que já rendeu polêmica na Internet graças a um vídeo exibido no telão que integra a cenografia. "Eu me divirto muito cantando essas três primeiras músicas juntas como se fosse uma só", diz Ana. A platéia curitibana poderá curtir o novo show de Ana Carolina, nos dias 14 e 15 de setembro, no Teatro Guaíra.

O show "Dois Quartos" apresenta cerca de 20 canções, a maioria do disco duplo, projeto mais autoral da artista. "Nada te faltará", "Rosas", "Tolerância", e "Ruas de outono" são algumas delas. O repertório reserva ainda espaço para hits, como "Pra rua me levar" e "Encostar na tua", além das versões de Ana para composições suas que chegaram às rádios em outras vozes, como "Cabide", gravada por Mart'nália, e " Eu que não sei quase nada do mar" (cuja autoria Ana divide com Jorge Vercilo), por Maria Bethânia. Pela primeira vez, ela canta também "Três", de Marina Lima e Antônio Cícero: "Marina me convidou para cantar essa música com ela e Adriana Calcanhoto, no projeto 'Loucos por Música'. Gostei tanto que quis incluí-la agora. Fizemos um arranjo de tango, com direito até a Castanholas", conta.

Conhecida por seus talentos múltiplos, Ana alterna seus companheiros no palco: usa violão de cordas de aço de nylon, guitarras e pandeiro, além do piano que tocará pela primeira vez em público. "Foi o desafio maior, estudei quatro meses para apresentar 'Isso aí' ao plano. Queria dar um novo frescor a essa música". Coube a Ana também garimpar o texto que lê após cantar "Cristo de Madeira". "Fiz uma adaptação unindo trechos das obras do poeta gaúcho Fabrício Carpinejar e do poeta russo Boris Pasternak".

Fora do palco, uma equipe experiente traduziu os universos diversos do "Quarto" e do "Quartinho" que compõem "Dois Quartos". Gringo Cardia criou o cenário com uma cortina de espelhos; Maneco Quinderé, a iluminação. Monique Gardenberg ficou responsável pela direção do espetáculo – que conta com projeções de vídeo em três músicas. A infinidade de proposta artística levou Ana a convidar a diretora. "Assisti a alguns shows que ela dirigiu, filmes e DVD's, como o de Caetano. Gosto muito do trabalho dela e, neste momento, é a melhor pessoa para estar ao meu lado".

Monique é responsável por um dos momentos mais comentados do show: a exibição de vídeo com duas mulheres enquanto Ana Canta "Eu comi Madona". "O Guilherme Leme, co-diretor do show, achou imagens antigas de sadomasoquismo feminino, feitas por Betty Page. Mas as mulheres estão tão compostas, que as cenas terminam por serem cômicas. Não tem nada pornográfico, como andaram dizendo por aí", explica a cantora. "A Ana é uma cantora com uma personalidade muito clara, muito definida, forte. Não tentei transformá-la, apenas ampará-la, completa.

  • Serviço:
  • O que?
  • Show "Dois Quartos", de Ana Carolina
  • Quando?
  • Dias 14 e 15 de setembro
  • Onde?
  • Teatro Guaíra
    Rua XV de Novembro, 971 | Curitiba-PR | 41 3315-0979
  • Horário:
  • Sexta-feira e Sábado: às 21 horas
  • Ingressos:
  • Nas bilheterias do Teatro Guaíra ou pelo Disk Ingressos (41) 3315-0808
  • Platéia: R$ 240,00
  • 1º Balcão: R$ 200,00
  • 2º Balcão: 160,00
  • *Desconto de 50% para estudantes e clientes do Disk Ingressos e 40% para portadores do cartão do Teatro Guaíra.
  • Informações: 41 3315-0808