Beneficiários do Financiamento Estudantil (Fies), têm prazo até 14 de setembro para renovar os contratos relativos ao segundo semestre de 2007.


A renovação é semestral e obrigatória para os alunos que desejam continuar recebendo financiamento da Caixa Econômica Federal (CEF). O prazo, que vencia nesta sexta-feira, 31, foi prorrogado para 14 de setembro.
O tipo de renovação do Fies depende da situação do contrato de cada aluno. Será simplificado, se o estudante não fez alterações no documento assinado com a Caixa Econômica Federal no primeiro semestre letivo de 2007. Neste caso, basta ir à instituição onde estuda e assinar a renovação. Se houve mudanças no cadastro, o aluno deve obter na sua instituição o documento Regularidade de Matrícula e ir diretamente à CEF acompanhado de seus fiadores e, se casado, também do cônjuge.
Para efeito de renovação, são consideradas mudanças no contrato: alteração do CPF ou do estado civil do estudante ou de seus fiadores; troca de fiador; redução do percentual do prazo de financiamento; modificação no valor do limite do crédito global; restrição cadastral do aluno, do cônjuge ou dos fiadores; parcela trimestral de juros em atraso; e alteração no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) da mantenedora da instituição de ensino.
Investimento – Para ingressar e se manter no Fies, o aluno deve estar regularmente matriculado em instituição de ensino superior privada, cadastrada no programa e com avaliação positiva nos processos conduzidos pelo MEC. Do segundo semestre de 1999, quando foi criado, até 2004, o Fies emprestou ao aluno até 70% do preço da sua mensalidade. A partir do processo seletivo de 2005, o empréstimo passou a ser de 50% da mensalidade. Desde sua criação, o Fies atendeu aproximadamente 400 mil alunos, com investimento acumulado de R$ 3,8 bilhões. Mais informações podem ser obtidas na página <https://www3.caixa.gov.br/fies/asp/CadCandidato/AjudaInscricao.asp> eletrônica do programa.