Ao todo já foram destinados mais de R$ 2,4 milhões em emendas ao município

O deputado Aliel Machado já destinou mais de R$ 2,4 milhões em recursos para União da Vitória

 O município de União da Vitória recebeu o pagamento de mais R$ 350 mil indicado pelo deputado federal Aliel Machado (PV). O recurso pago é referente a uma emenda parlamentar destinada pelo deputado e será utilizado para o custeio na área da Saúde. No total, o parlamentar já destinou mais de R$ 2,4 milhões em recursos para União da Vitória.

“Nosso mandato tem focado muito à área da Saúde. Sabemos da dificuldade dos municípios e principalmente do direito da população em ter um atendimento adequado. Somente em custeio para a Saúde, que é o recurso que entra mais rápido na conta da prefeitura e serve para a manutenção das Unidades Básicas de Saúde (compra de materiais, pagamentos), nós já destinamos mais de R$ 900 mil para a cidade, além de mais R$ 250 mil para custeio Covid-19. É uma grande satisfação poder retribuir os municípios que representamos”, diz Aliel.

Anteriormente o município já havia recebido indicação de emenda parlamentar para a Associação de Proteção à Maternidade e a Infância (APMI). Os R$ 350 mil foram destinados em duas ocasiões para a aquisição de equipamentos para o Hospital, que possui 98 leitos, a maioria com atendimento pelo SUS. Na ocasião o parlamentar visitou a APMI e conheceu de perto a estrutura do local.

Além da Saúde, o deputado já destinou recursos para outras áreas no município. Entre eles o Esporte. No bairro de São Cristóvão estão sendo investidos R$ 250 mil reais para a construção da arquibancada do Estádio Álvaro Randon, em São Cristóvão. A obra irá prestar uma homenagem a João Luiz de Paula, conhecido como “Jairão”, uma pessoa querida pela comunidade, especialmente da área esportiva. A obra foi uma demanda das lideranças do bairro e da Associação de Moradores do Bairro Sagrada Família e da Liga Varzeana do esporte Amador.

“O investimento no esporte é fundamental para todos. Além de lazer, o esporte também é saúde. E o pedido para auxiliar nesta obra me sensibiliza ainda mais pelo que ela vai representar para a comunidade. O Jairão, que deverá ser homenageado, trabalhou como voluntário em escolinhas de futebol e também fazia parte, como técnico, da equipe do Master Iguaçu” destacou Aliel.

 

SOCIAL

Enio Verri indica mais R$ 170 mil para hortas comunitárias de Maringá

Enio Verri destaca o potencial produtivo das hortas comunitárias que já geram emprego e renda para 1.200 famílias

As hortas comunitárias integram o programa municipal de inclusão social mais bem sucedido de Maringá. Nos espaços, famílias carentes produzem alimentos para o próprio consumo e para a venda, numa produção solidária e voluntária. O projeto gera emprego e renda para mais de 1,2 mil famílias, que precisam de boas condições de trabalho para continuar produzindo. Em recente visita a dois canteiros, o deputado federal Enio Verri (PT) ficou impressionado com o potencial produtivo das hortas. As visitas foram às hortas do Portal das Torres e Jardim Tóquio. Na oportunidade, Verri reforçou o repasse de mais R$ 170 mil ao programa. Em 2020, R$ 1,2 milhão foram repassados para a aquisição de banheiros químicos para 29 hortas.

Neste início de ano, o deputado também visitou as hortas do Jardim Europa e do Tarumã II. E em 2021, a horta comunitária dos Campos Elíseos. Na visita de maio, a presidente da horta do Portal das Torres, Maria das Graças, esperava o deputado ao lado de vários moradores. No local, Enio Verri elogiou o trabalho realizado na horta e destacou a nova emenda destinada.

AGRONEGÓCIO

Aline Sleutjes marca presença na ExpoParanavaí

A deputada Aline Sleutjes esteve presente na exposição agropecuária de Paranavaí no final de semana

A deputada federal e pré-candidata ao senado, Aline Sleutjes, participou no último final de semana da 50ª edição da Exposição Agropecuária de Paranavaí, a ExpoParanavaí, na região noroeste do Paraná. A parlamentar frisou que “uma festa de 50 anos de história não é para qualquer um, completar 50 anos de eventos, 50 anos de trabalho prestado ao município é algo que precisa ser muito comemorado”, destacou ela.

Ela se intitula como a “deputada do agro” e disse que não poderia deixar de prestigiar esse grande momento, “pois tenho atendido toda a região, cuidando da população, e é muito bom estar aqui vendo a pujança e a força do nosso agro, dos nossos animais e do produtor, que tem segurado a economia do nosso Brasil. Graças a esses guerreiros que não pararam na pandemia, o mundo não ficou sem alimento. Sem deixar de enfatizar a importância dos eventos técnicos, do comércio e indústria que também mostraram sua força”, disse Aline.

A ExpoParanavaí reuniu expositores de vários locais e diversos segmentos, evidenciando o que há de melhor na área industrial, comercial, agropecuária, gastronômica, segurança, meio ambiente, transportes, veículos, máquinas e equipamentos, bem como no meio cultural, garantindo aos visitantes inúmeras opções de lazer e entretenimento.
Uma festa completa que gera milhões em negócios, centenas de empregos direto e indireto e muita alegria à Paranavaí e região.

MOÇÃO DE PROTESTO

Na sessão desta terça-feira (7), a Câmara Municipal de Curitiba (CMC) aprovou moção de protesto contra um caso de injúria racial sob investigação da Polícia Civil do Paraná. O vereador de Pinhais Polaco do Pérola (Cidadania) é acusado de proferir ofensas racistas, no fim de abril, a uma comerciante e moradora da cidade. Acatado em votação simbólica, em turno único, o requerimento é de iniciativa de Carol Dartora (PT) (foto). Ela pede que a moção de protesto seja encaminhada ao Legislativo de Pinhais.

O CASO

“No dia 27 de abril de 2022, o vereador do Município de Pinhais Flazio Gorges, conhecido e eleito pelo nome Polaco do Pérola, do partido Cidadania, colocou o carro por cima da calçada, no bairro de Weissópolis, cercou, abordou e pronunciou série de ofensas racistas e injúrias raciais contra uma comerciante, vítima dos fatos”, cita a proposição. “As imagens são chocantes e o relato da vítima e das testemunhas dão conta de demonstrar a materialidade das ofensas e injúrias raciais, suficientes para qualquer ação mais contundente daquela Câmara Municipal, em relação aos atos cometidos pelo vereador”.

CHANCELA O RACISMO

Dartora aponta que a notícia tomou notoriedade no Paraná, mas que a Câmara de Pinhais não abriu procedimento para investigar a conduta do parlamentar. Conforme a vereadora, o Legislativo da Grande Curitiba “alega que foi uma questão pessoal do vereador e esqueceu que o vereador é uma pessoa pública”. Ela avalia que a Câmara Municipal, ao não se manifestar, chancela o racismo estrutural. “É importante dizer que não é mais momento de consentir com este tipo de violência”.

FECHAMENTO DE UNIDADES

Em mais uma iniciativa fiscalizatória do mandato, o deputado estadual Soldado Fruet (PROS) protocolou nesta terça-feira (07) dois pedidos de informações solicitando esclarecimentos sobre o fechamento de unidades das Polícias Civil e Militar, principalmente em municípios do interior do Estado. Nas últimas semanas, o parlamentar ocupou a tribuna duas vezes para cobrar providências do Governo do Paraná quanto ao fechamento de delegacias após as 18h e nos finais de semana e feriados, o que obriga as equipes da PM a percorrer longas distâncias, às vezes de mais de cem quilômetros, para lavratura dos flagrantes nas cidades maiores que concentram os atendimentos nesses horários. Em discurso recente durante a sessão plenária da Assembleia Legislativa, Soldado Fruet lamentou que “a polícia virou Uber de vagabundo” enquanto a população das pequenas cidades fica desassistida na segurança pública no período em que os militares saem para o encaminhamento das ocorrências – que, em alguns casos, chega a oito horas, entre ida e volta.

PEDIDOS DE INFORMAÇÕES

No pedido de informações endereçado ao secretário da Segurança Pública, Wagner Mesquita e ao delegado-geral da Polícia Civil, Silvio Jacob Rockembach, o deputado questionou quais foram os motivos que levaram à descontinuidade do serviço em cada localidade, em quais unidades os policiais foram recepcionados, em quais unidades estão sendo realizadas as atividades de polícia judiciária para atender as demandas oriundas das delegacias fechadas, além de indagar se há previsão de abertura de novas unidades e em quais localidades. Já no requerimento dirigido ao secretário da Segurança Pública e ao comandante-geral da Polícia Militar, coronel Hudson Leôncio Teixeira, o deputado perguntou se houve fechamento de unidades da Polícia Militar, quais foram os motivos que levaram à descontinuidade do serviço em cada localidade, em quais unidades os policiais foram recepcionados e também quer saber se há previsão de abertura de novas unidades e em quais localidades.

SEM DATA-BASE

Os deputados que integram a bancada do Partidos dos Trabalhadores na Assembleia Legislativa do Paraná realizaram, no plenarinho, um encontro com servidores aposentados do Estado que estão mobilizados, nesta terça e quarta, para pressionar o Governo do Estado pelo pagamento da data-base. Com o plenarinho lotado, servidores aposentados e da ativa reivindicam o pagamento de 3,39% de reposição, que deveria ter sido pago em janeiro deste ano, e mais a data-base de 12,13% referente a 2022, além da isenção do desconto previdenciário para todos os aposentados que recebam abaixo do teto do INSS.

PEDIDO AO GOVERNADOR

O deputado Arilson Chiorato, que conduziu a reunião, disse que os deputados irão protocolar na sessão plenária um requerimento pedindo que o Governo pague a data-base dos servidores e apresente uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) para retirar a cobrança “injusta do INSS”. “O que a gente tem colocado e é importante entender é que um professor que recebia líquido em 2017 o valor de R$ 3.762,00, depois da reforma da previdência passou a receber, em 2021, R$ 3.664,00. Ou seja, o arroz subiu, o gás subiu, a gasolina subiu e o custo de vida subiu e o salário diminuiu. Essa relação a gente não pode permitir. Por isso a mobilização e a participação de vocês são importantes e também que conversem com os outros deputados”, disse.

DIA D DA VACINAÇÃO

Em sua primeira vinda à Assembleia Legislativa do Paraná desde que assumiu a Secretaria de Estado da Saúde (SESA), o secretário César Augusto Neves Luiz reforçou, durante prestação de contas à Comissão de Saúde na manhã desta terça-feira (07), o chamado para que os paranaenses compareçam ao Dia D da Vacinação no Paraná no próximo sábado (11).

“Faremos um grande dia de mobilização à vacina em todas as regiões do estado porque ela comprovadamente nos trouxe esta situação de relativa estabilidade quanto aos óbitos da covid-19. Entendemos que é a ferramenta mais eficaz no combate e precisamos melhorar nosso padrão vacinal”, explicou o secretário. “Infelizmente, por fake news, temos uma cobertura vacinal muito aquém do que nossa tradição histórica sempre vacinou. Este Dia D é um dia de reflexão e chamamento para que os pais levem seus filhos para atualizarem sua vacina, mas também a influenza e todas as que estão na caderneta de vacinação”, afirmou César Neves.

NOVO LIMITE

A Câmara Municipal de Curitiba (CMC) analisa, na sessão plenária desta quarta-feira (8), mensagem para autorizar o Executivo a firmar acordo com o Município de Fazenda Rio Grande. O objetivo é ajustar o limite territorial entre os dois municípios, que passaria a corresponder oficialmente ao curso do rio Iguaçu, retificado anos atrás. Encaminhado à CMC em novembro de 2021, o projeto do Executivo explica que o acordo é resultado de um estudo liderado pela Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba (Comec) e o IAT (Instituto Água e Terra), que são órgãos do Governo do Paraná. A redefinição do limite precisa do aval dos vereadores da capital e de Fazenda Rio Grande para, na sequência, ser referendada pelos deputados estaduais. Conforme a Comec, o novo limite “utiliza coordenadas geográficas obtidas do mosaico de ortofotos georreferenciado do Ippuc do ano de 2019 e por isso traz muito mais segurança e assertividade”. Com a mudança, Curitiba perderia cerca de 0,3623 ha, o que significa 0,0008% de seu território.

ACOMPANHAMENTO A GESTANTES

A Comissão de Saúde, Bem-estar Social e Esporte da Câmara Municipal de Curitiba (CMC) aprovou seis projetos de lei que aguardavam parecer do colegiado para seguirem tramitando no Legislativo da capital. Entre as propostas aprovadas está a que inclui a obrigatoriedade do acompanhamento psicológico a gestantes durante o pré-natal, o parto e o período de pós-parto, em maternidades e demais unidades de saúde da cidade que atendem pelo SUS. O projeto foi elaborado pelo vereador Denian Couto (Pode) a partir de um trabalho acadêmico do curso de Direito do Centro Universitário Maringá, campus Curitiba. A iniciativa seguiu para análise da Comissão de Serviço Público.

TÍTULO A SANDRO DALPÍCOLO

A Câmara Municipal de Curitiba (CMC) decidiu, nesta terça-feira (7), homenagear Sandro Dalpícolo (foto) pela sua trajetória profissional no jornalismo do Paraná. Ele receberá do Legislativo o título de Cidadão Honorário de Curitiba, que é a maior homenagem que a CMC pode conceder a uma pessoa nascida fora da capital do Paraná. Natural de Ribeirão Preto (SP), Sandro Dalpícolo cursou Jornalismo na Universidade Estadual de Londrina (UEL) e se mudou para Curitiba nos anos de 1990. “É um dos mais experientes profissionais da tevê paranaense, com 36 anos como repórter, muitos como âncora na RPC [afiliada da Rede Globo]”, justificou Sidnei Toaldo (Patriota), autor da homenagem. O vereador Sidnei Toaldo destacou trabalhos premiados de Sandro Dalpícolo e elogiou o reconhecimento do profissional, que em 2019 foi chamado a apresentar o Jornal Nacional, da Rede Globo, que é o telejornal mais relevante do Brasil há décadas. “É um conceituado profissional, que merece [a homenagem da CMC]”, disse o parlamentar. Recentemente, Dalpícolo deixou a RPC e, em março deste ano, assumiu o SBT Notícias Paraná, da Rede Massa.