ABSURDOS DO PEDÁGIO

393

Um estudo produzido pela Frente Parlamentar do Pedágio da Assembleia Legislativa mostra os absurdos do atual sistema de concessão e aponta os erros e fragilidades do modelo planejado pelo governo federal para as estradas paranaenses. O documento vem sendo apresentado pelo deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB) na abertura das audiências públicas organizadas pela frente.

“É um material que detalha o vergonhoso histórico do pedágio no Paraná, com tarifas altíssimas e poucas obras, e aponta as pequenas diferenças e muitas semelhanças entre os dois sistemas.”, afirma Romanelli.

Em cerca de 30 lâminas de apresentação, Romanelli destrincha os problemas do pedágio atual, que se encerra em novembro de 2021, e aponta problemas e riscos do modelo de concessão elaborado pelo Ministério da Infraestrutura. “O tal do novo modelo pensado pelo Governo Federal não tem nada de novo. E pode colocar o Paraná, novamente, refém de um pedágio com tarifas muito elevadas por mais três décadas”, alerta.

Entre os problemas apontados estão a cobrança de taxa de outorga, o teto máximo de 15% para os descontos nas tarifas, o degrau tarifário de 40% para pistas duplicadas e o próprio custo do modelo.

NOVO MÍNIMO

O Secretário da Justiça, Família e Trabalho do Paraná Ney Leprevost assinou nesta terça-feira o novo salário mínimo regional para 2021, que entra em vigor com o pagamento retroativo para o mês de janeiro. A definição dos valores do novo mínimo regional foi aprovada e variam de R$ 1.467,40 a R$ 1.696,20 conforme a categoria, se mantendo como o maior mínimo regional do País. Os valores serão aplicados até 31 de dezembro de 2021.

RATINHO INDECISO

Ora, pois, Ratinho Jr está indeciso sobre a volta às aulas no dia de 18. De um lado é pressionado pelos empresários da educação, da venda de material escolar, e pelo secretário de Educação, Renato Feder. De outro, deputados, prefeitos, vereadores, mais os professores, Ministério Público e organizações da sociedade civil, são contra. Por que voltar antes da vacinação? Simples, Ratinho Jr sabe que vai demorar muito para que a população seja vacinada.

ELE VOLTOU

Os filhos de Bolsonaro estão proibidos pelo pai de criar confusões na internet. Eles até se seguram um pouco. Mas continuam com força para nomear. Por insistência Bolsonaro arranjou um cargo para José Vicente Fantini, aquele que usou um avião da FAB para ir sozinho à Índia e acabou demitido. O moço da foto terá o cargo de secretário-executivo da Secretaria-Geral da Presidência da República.

“KIT COVID”

Laboratórios nacionais de médio porte turbinaram seus negócios em 2020 com medicamentos que prometiam, sem base cientifica, combater a covid-19. A venda do vermífugo ivermecita saltou de R$ 44,4 milhões em 2019 para R$ 409 milhões no ano passado. No caso da cloroquina e da hidroxiclorquina, indicados para malária e lúpus, a receita subiu de R$ 55 milhões para R$ 91,6 milhões no mesmo período. Os dados são do Sindicato da Indústria de Produtos Farmacêuticos (Sindusfarma).

É O BRASIL!

O Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRE-1) aprovou o pagamento de um novo “penduricalho” aos desembargadores. De acordo com uma resolução do dia 28 de janeiro, os magistrados terão direito a um reembolso no valor máximo de R$ 80 para pagamento de linha de celular privada e de serviço de internet banda larga fixa.

AUXÍLIO

O mercado financeiro já absorveu a ideia de que o governo tratará de voltar com o auxílio emergencial. Os analistas do mercado acreditam que o auxílio será concedido de forma mais restrita (3 parcelas de R$ 200) e por poucos meses. Pouca importância se atribuiu à lista de 35 prioridades enviadas pelo Planalto aos presidentes da Câmara e do Senado – até porque, dizem os mais irônicos, quem tem 35 prioridades não tem nenhuma.

PROMESSA

O novo presidente da Câmara, Arthur Lira, comprometeu-se com Bolsonaro em levar adiante o projeto de lei que reduz o poder dos governadores sobre as polícias militares. Seria um presente de Bolsonaro a uma de suas mais importantes bases de apoio: os PMs.

NOVO POSTO

Onyx Lorenzoni vai deixar o Ministério da Cidadania para retornar ao núcleo decisório do Planalto. Se conseguir manter a Subchefia para Assuntos Jurídicos sobre a Secretaria Geral terá controle sobre qualquer ato publicado no Diário Oficial da União. A SAJ historicamente foi um braço da Casa Civil, mas foi realocada na atual administração. É um instrumento poderosíssimo e coloca seu ocupante muito próximo ao presidente.

REFORÇO

O Instituto Butantan deverá receber, ainda neste mês, matéria-prima para produção de mais 10 milhões de doses da Covonavac. O novo carregamento vai se juntar aos 8,7 milhões de doses da unidade da vacina liberadas pelo governo chinês na semana passada.

PEC DA BENGALA

O entusiasmo do Centrão brada que “nada será como antes” no final do Legislativo: cresce a proposta de revogar a PEC da Bengala que aumentou de 70 para 75 anos a idade-limite para a aposentadoria, além de mexer nas carreira da diplomacia e de auditores da Receita Federal. Também ganha força projeto do senador Lasier Martins (PSD-RS) que fixa mandato de 10 anos para ministros do Supremo.

RETOMADA

Após mais uma retração em 2020, a OEC (Odebrecht Engenharia e Construção) prevê voltar a crescer a partir deste ano. A projeção é de chegar a 2025 com uma carteira de US$ 4,25 bilhões em obras, valor 55% maior que o atual, mas bastante distante dos tempos áureos da construtora que chegou a ter US$ 34 bilhões de projetos em 2014.

APERTO DOS CINTOS

Para os mercados emergentes, entre eles o Brasil, a correção da curva de juros dos títulos do EUA pode gerar um cenário de restrição de liquidez internacional, com fuga de capitais e alta de câmbio e das taxas de juros. Essa hipótese configuraria um clássico cenário de estagflação, similar ao configurado com a crise da dívida nos anos 90. O setor produtivo brasileiro deve estar preparado para apertar os cintos, possivelmente a ocorrer no final do segundo semestre. É a previsão de nove entre dez economistas mais lúcidos.

MENOS TEMPO

Com 127 serviços oferecidos on-line e a eliminação, pelos principais Estados, da exigência de apresentar declarações mensais de recolhimento de ICMS, a Receita Federal espera reduzir o tempo gasto por empresas no pagamento de impostos. Nesse quesito, o Brasil ocupa o 184º lugar, entre 190 países no relatório Doing Business, elaborado pelo Banco Mundial.

DUPLA

Depois de fechar a compra dos direitos de transmissão da Fórmula 1 no Brasil, a Band quer contratar o ex-piloto Rubens Barrichello para sua equipe de comentaristas. Seria um a reedição da dupla com Reginaldo Leme.

NÃO ACREDITA

A imagem do político liberal de Bolsonaro é a última que resta a ser desmontada na sua saga de destruir todas as promessas de campanha. Tem gente que afirma que Paulo Guedes não acredita mais no sucesso do projeto que o levou ao governo. Os mais veteranos acham que a pauta não vai andar com Arthur Lira e o Centrão no comando da Câmara. Esse pessoal diz que o grupo é egoísta e dificilmente vai apoiar privatização de empresas com centenas de cargos de livre indicação.

PACIÊNCIA

O ministro Paulo Guedes está cansado. Não vai mais posar de ministro turrão que tentará impedir criação de novos ministérios, desembolsos, emergenciais ou não, desses triturados e sem compensação adequadas. O prazo de Guedes está chegando ao fim. Sua paciência também.

OUTRA CHINESA

Uma comitiva de senadores, liderada por Nelsinho Trad (PSD-MG) vai se reunir com a direção da Anvisa. Missão: acelerar a aprovação da vacina produzida pelo laboratório chinês Sinopharm. O uso do imunizante no Brasil ganhou força após encontro entre senadores e o embaixador chinês Yang Wanming, há dias.

FORÇA

O bispo Edir Macedo entrou na campanha pela indicação do evangélico William Douglas, desembargador do TRF-2 para o Supremo. Seria também o candidato favorito de Flávio Bolsonaro.

SEGURANÇA

Aos poucos em todos os Estados as aulas presenciais estão sendo retomadas, obedecendo as medidas de segurança impostas pelos órgãos de Saúde. Diante disso, a Paraná Pesquisas quis saber se já é possível retornar as aulas no Brasil com segurança. Para 61,9% dos entrevistados disseram que não acham seguras, 34% que é segura e 4,1% não souberam ou não quiseram opinar.

MAGOADO

O ex-presidente da Câmara, Rodrigo Maia, se mostra muito magoado com o presidente de seu partido DEM, ACM Neto e com o governador de Goiás, Ronaldo Caiado. Ele disse que se sentiu traído, e só percebeu a deslealdade na véspera da eleição da Câmara. “Foi um processo muito feio do Neto e do Caiado. Ficar contra é legítimo, falar uma coisa e fazer outra não. Falta caráter, né?”.

AFASTADO

Ainda Maia: ele afirmou que a atitude adotada por ACM e Caiado irá afastar Luciano Huck , que a sigla pretendia lançar como possível candidato à presidência em 2022. “O Luciano Huck estava se filiando no DEM. Se decidisse ser candidato à Presidência, estava 90% resolvido que se filiaria ao DEM. O Neto tem mais relação com Huck que eu.. Não descarto nem a hipótese de Bolsonaro acabar filiado ao DEM”.

FRASES

“A vacina SputnikV do Paraná anunciada por Ratinho Jr gorou?”

Vicente Ferreira