Programa Texbrasil, desenvolvido pela entidade em parceria com a Apex-Brasil, organiza a participação de 51 empresas têxteis em feiras internacionais no mês de setembro.

A Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (ABIT), por meio do Programa Texbrasil, desenvolvido em parceria com a Agência de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), iniciou na semana passada uma verdadeira maratona para a promoção da indústria têxtil e de confecção nacional no exterior. A entidade organiza a participação de 51 empresas, além de três estilistas brasileiros, em seis das principais feiras do setor que acontecem no mês de setembro na Europa: Salão Internacional de Moda de Madrid (SIMM), na Espanha; a Collection Première Moscow, em Moscou, na Rússia; e as francesas Prêt à Porter, Texworld e Première Vision Pluriel, em Paris, além da Lyon Mode City & Interfilière, em Lyon.

Setembro é o mês que concentra um grande número de eventos no Calendário Internacional da Moda. As feiras escolhidas pelo Texbrasil são as mais importantes do setor, localizadas em mercados potenciais para a compra de têxteis e de confeccionados brasileiros. “A participação nesses eventos irá fortalecer e consolidar a presença da cadeia têxtil nacional na Europa, uma oportunidade para as empresas estabelecerem contatos com compradores internacionais, ampliando a realização de negócios”, afirma Rafael Cervone, gerente do Programa Texbrasil.

O Programa Texbrasil já promoveu empresas brasileiras em todas essas feiras, exceção à CPM, onde a ABIT foi pela primeira vez. “A Rússia é um mercado emergente economicamente, com grande potencial de compra. No ano passado, em comparação com 2005, os russos aumentaram em 48% suas importações de artigos têxteis e de confecção para US$ 3,6 bilhões. Embora tenha havido crescimento, a compra de produtos brasileiros representa apenas 0,10% desse total. O objetivo é ampliar o market share do Brasil na Rússia”, justifica Cervone.Entre 2005 e 2006 as exportações brasileiras para a Rússia cresceram 53% de US$ 2,2 milhões para US$ 3,5 milhões. Os principais produtos importados do Brasil pelos russos foram toalhas de banho, roupa íntima (corpetes, calcinhas e penhores) e tecidos de malha e de algodão. A CPM é uma feira de confecção, que reúne marcas de moda feminina e masculina, infantil, roupa de festa e noiva, roupa de lazer, moda jovem, praia e lingerie.  

Espaço para o comércio justo na Prêt à Porter Paris

Seis marcas brasileiras que utilizam conceitos de sustentabilidade na produção de seus produtos expuseram pela primeira vez na Prêt à Porter Paris, uma das feiras mais conhecidas do mundo, que destaca-se  por ser a única do setor a possuir uma área específica para a exposição de empresas social e ambientalmente responsáveis. O So Ethic, como foi denominado a área, foi criado em setembro do ano passado seguindo uma tendência forte e reconhecida na França, que é a do comércio justo (Fair Trade).

O conceito de Fair Trade está alinhado às tendências mundiais de consumo responsável e, no caso do setor de confecção, é uma das maneiras de se diferenciar os produtos asiáticos produzidos em massa e sob condições, na maioria das vezes, não transparente. O Fair Trade busca maior eqüidade no comércio internacional; baseia-se na transparência e respeito aos trabalhadores, à preservação da identidade cultural de seus produtores e ao equilíbrio ambiental.

Participaram da So Ethic as seguintes empresas: Apoena, 1001 Retalhos, Natural Fashion, Algodão Colorido Natural, Viver de Arte e Orienta Vida.

 Feiras Collection Première Moscow – CPM – de 04 a 07/09Esta foi a primeira vez que empresas do Texbrasil participaram da CPM  que em sua última edição contou com a participação de  marcas de 35 países, 650 estandes e recebeu um público estimado em 17 mil pessoas. As empresas brasileiras que participaram da Collection Première Moscow são: Bia Brazil, Biquíni Brasil, Adji, Comini Fasano, Mabel Magalhães, Márcia Ganem, Lucidez e PXC. SIMM – de 31/08 a 02/09, na EspanhaO Salão Internacional de Moda de Madri (SIMM) é uma das mais importantes feiras do segmento de confecção da Europa. Na última edição da mostra, que ocorreu em fevereiro, foram realizados negócios no valor de US$ 143 mil pelas seis empresas e quatro estilistas brasileiros que lá estiveram, com a perspectiva para negócios futuros que totalizem US$ 550 mil. Nesta segunda edição de 2007, o número de participantes do Brasil dobrou: foram 21 expositores, entre eles três jovens estilistas das marcas Apoena, Pittonn e Dindi apoiados pela ABIT. Marcas brasileiras que estiveram no SIMM: Bia Brazil, PXC, Mabel Magalhães, Lucidez, Fidelitá Lingerie, Márcia Ganem e as marcas Flor Brasil, Espaço Bem Brasil, Cactus Brasil, Moda Praia Cabo Frio, Moda Nova Friburgo, Acessórios do Rio, Moda Petrópolis, Traços do Rio, Moda Fluminense, Moda Campos, Rio Social Fashion e Ipanema Top apoiadas pelos Sebrae (Rio de Janeiro, Distrito Federal e Rio Grande do Norte).  O Texbrasil fez sua estréia no SIMM em 2004, quando 13 empresas estiveram no salão; esta a sétima participação brasileira por intermédio da ABIT. Em 2006, o Brasil exportou para a Espanha US$ 32,7 mil.                         Lyon Mode City & Interfilière – de 01 a 03/09 na FrançaA Lyon Mode City é uma das mais importantes feiras de lingerie e moda praia da Europa. Simultaneamente a ela acontece o Interfilière, salão especializado em tecidos e acessórios. A primeira incursão do Texbrasil a feira ocorreu em 2002. De lá para cá, o Brasil tem sido representado todos os anos. Em 2006, 25 marcas fecharam negócios no valor de US$ 174,4 milhões durante o evento, que serve de vitrine para a Moda Praia brasileira, que é sucesso em todo o mundo por causa do seu design e qualidade.Este ano 14 empresas participaram da feira: Chica Brasil Confecções Ltda., Conceito Brazil, Dunas Swim Wear, Feriado Nacional, Marrazzo, Cactus Brasil, Sirimar Moda Praia Ltda, Sol e Energia Modas Ltda., Sol e Ondas Confecções Ltda., Têtê do Brasil Confecções Ltda., Consórcio Flor Brasil, Indústria De Artefatos De Metais Terlizzi Ltda. (artefatos para lingerie), Mac Border (Tule Bordado) e Grupo Rosset (tecidos para lingerie, praia e fitness). Prêt à Porter Paris – de 06 a 09/09, na FrançaA Prêt à Porter é uma das mais tradicionais e importantes feiras de vestuário da Europa. É a única a possuir uma área específica voltada ao Comércio Justo (Fair Trade), com um espaço denominado So Ethic. Em 2007 ela completa 52 anos, estando na sua 104ª edição. A participação de empresas brasileiras por intermédio do Texbrasil se deu nos anos de 2002 e 2003. Na estréia 4 empresas participaram. Já em 2004 foram 18 empresas levadas em parceria com o Sebrae de vários estados. Participaram do  So Ethic as seguintes empresas: Apoena, 1001 Retalhos, Natural Fashion, Algodão Colorido Natural, Viver de Arte e Orienta Vida. As marcas  Clube de Estilo e Lucidez também participam da Prêt à Porter Paris, mas irão expor nos setores Atmosphére e Pe Twin, respectivamente . Texworld/ Première Vision Pluriel/Mod´Amont – FrançaA Texworld, Première Vision Pluriel/Mod´Amont são tradicionais feiras do segmento de matérias-primas que acontecem em Paris no mês de setembro. O Texbrasil já participou de todas elas, promovendo empresas brasileiras.A Première Vision Plueriel será realizada entre os dias 18 e 21 e reúne empresas fornecedoras de insumos para a indústria da moda: tecidos, aviamentos, couros, fibras, fios e design, sendo uma das principais neste segmento. Possui duas edições por ano e é divida em cinco salões, um deles o Mod´Amont. Já a Texworld, que acontece entre os dias 01 e 03, é especializada em tecidos.Irão participar das feiras as seguintes empresas: Tecnoblu, Cataguases, Cedro, Savyon, Santanense e Charles (Première Vision Pluriel/Mod´Amont) e Manufatora (Texworld). US$ 21 milhões movimentados em feiras internacionais no primeiro semestre No primeiro semestre deste ano, a ABIT, por intermédio do Texbrasil, organizou a participação de 47 empresas brasileiras em cinco feiras têxteis e de confecção no exterior: Heimtextil (Alemanha), Colombiatex (Colômbia) e as primeiras edições da SIMM, Texworld e Première Vision Pluriel, onde foram gerados negócios no valor de US$ 21,7 milhões, com perspectiva de encomendas que totalizem US$ 88 milhões até janeiro de 2008. Foram feitos mais de 5 mil contatos nesses eventos. A participação em feiras internacionais é uma das ações previstas pelo Programa para divulgar a cadeia têxtil brasileira no exterior e fortalecer a marca Texbrasil. Além de apoio financeiro, a ABIT ainda fornece assistência às empresas na montagem de estandes, divulgação e contratação de assessorias de imprensa. 

O Texbrasil foi criado em 2001 em parceria com a Apex-Brasil com a missão de apoiar e preparar as empresas do setor para apresentar, de maneira organizada, os produtos brasileiros no mercado internacional e aumentar a plataforma de empresas brasileiras exportadoras. Desde sua implantação já participaram do Programa 980 empresas de grande, médio e pequeno porte, além de microempresas, de 19 Estados.