As cirurgias plásticas ligadas ao abdômen estão entre as mais procuradas no mundo, sendo que, segundo a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), o Brasil é o país que mais realiza esse tipo de procedimento. Mas apesar de ser muito procurada, a abdominoplastia está cercada de mitos que muitas vezes geram receios infundados nas pessoas que sonham com o procedimento.

Segundo o médico especialista em cirurgia plástica, Bruno Legnani, a abdominoplastia pode ser realizada em homens e mulheres adultos, com o principal objetivo de retirar a gordura e o excesso de pele concentrados na região abdominal (médio e baixo-ventre), removendo também estrias localizadas nesta região. “É um procedimento muito procurado, geralmente por mulheres que já passaram por uma ou duas gestações, pessoas que fizeram bariátrica ou que perderam muita gordura e têm excesso de pele acumulada”, conta.

Bruno explica que existem três tipos de procedimentos diferentes: a abdominoplastia convencional ou clássica, a mini abdominoplastia e a circunferencial, também conhecida como belt. “A duração da cirurgia e o tamanho do corte podem variar de acordo com o tipo de abdominoplastia que será realizada, por isso é importante uma avaliação cuidadosa de um médico especialista. Esclarecer alguns mitos e verdades também é importante, já que o procedimento é cercado de informações imprecisas como, por exemplo, a ilusão de que a abdominoplastia emagrece ou que é a mesma coisa que uma lipospiração”, explica.

Para esclarecer algumas dúvidas comuns, Bruno conta que a busca por informação é o passo mais importante para o êxito de qualquer procedimento. Pensando nisso o médico lista alguns mitos e verdades sobre a abdominoplastia.

Mitos e verdades sobre a abdominoplastia:

Pode fazer diversas vezes durante a vida – Mito

A abdominoplastia retira uma grande quantidade de pele, por isso não é possível fazer diversas vezes, já que o tecido epitelial tem uma capacidade limitada de esticar.

Lipoaspiração e abdominoplastia são a mesma coisa – Mito

São procedimentos totalmente diferentes e que não precisam ser feitos juntos. A abdominoplastia remove a gordura, elimina o excesso de pele e reconstrói a parede abdominal, enquanto a lipoaspiração melhora o contorno corporal por meio da sucção de gordura.

Pessoas acima do peso podem fazer – Mito

Estar acima do peso não elimina a possibilidade de fazer a cirurgia, porém o correto é já estar num processo de emagrecimento, para que assim o resultado seja mais satisfatório.

Não emagrece – Verdade

A abdominoplastia não substitui a perda de peso por meio de uma rotina de exercícios e alimentação adequada. O que ocorre é a perda de peso com a retirada do excesso de gordura e pele, mas sem os cuidados certos com o corpo, após a cirurgia a pessoa poderá inclusive engordar.

O pós-operatório é melhor no frio – Verdade

As baixas temperaturas favorecem o uso das cintas e malhas compressivas, que ficam menos desconfortáveis quando está frio. Além disso, o inverno é um momento de maior reclusão o que possibilita o melhor cumprimento das diretrizes pós cirúrgicas, como: repouso absoluto nas primeiras semanas, cuidados e manutenção dos curativos.

Abdominoplastia não retira estrias – Mito

É possível atenuar ou mesmo remover as estrias quando se encontram localizadas nas áreas onde a pele em excesso será removida, especialmente abaixo do umbigo.

Não pode engravidar após a abdominoplastia – Mito

O ideal é esperar dois anos após a cirurgia para evitar estrias, porém é perfeitamente possível gerar um bebê com desenvolvimento normal. O que pode ocorrer é a perda dos resultados alcançados pela cirurgia, sendo assim, em alguns casos, o melhor é deixar para fazer o procedimento após a gravidez.